ensino à distância

A modalidade de ensino à distância tem sido uma opção para quem almeja um diploma no ensino superior. Apesar de muitas pessoas acreditarem que esse formato é mais acessível e não exige tanto empenho do estudante, no EAD o aluno precisa se dedicar tanto quanto num modelo de ensino presencial, para acompanhar as atividades do curso e atingir os objetivos propostos.

Ao começar um curso de graduação ou pós-graduação à distância, os estudantes procuram adquirir novas competências, seja para acrescentar mais valias ao currículo, seja por satisfação ou realização pessoal. Porém, à medida que um curso avança, muitos alunos perdem, de forma gradual, a concentração e a motivação necessárias.

Os 5 erros mais comuns de quem opta pelo ensino à distância

A diretora da Faculdade FAEL SJC (Faculdade Educacional da Lapa), em São José dos Campos, Janet Navarro, apontou aqueles que considera serem os principais problemas e desafios para que escolhe o EAD.

Não escolher o curso correto

Antes de se matricular num curso à distância é importante que o estudante pesquise as faculdades que são reconhecidas pelo MEC (Ministério da Educação), definindo quais são os cursos com que ele mais se identifica, verificando o conteúdo das aulas. “Escolher o curso errado para o nosso perfil pode dificultar o processo de aprendizagem, com o passar do tempo. É necessário gostar da área escolhida e ter em mente o que se quer conquistar ao finalizar a faculdade”, afirma.

Veja também: Ensino à distância ou presencial: existe diferença nos diplomas?

Deixar as atividades para a última hora

Como no ensino a distância o aluno não se verifica a presença dos professores nem da cobrança das atividades, é necessário ter organização para realizar suas obrigações. Além de saber administrar o tempo de estudo é necessário ser organizado, mantendo mantendo o planeamento numa agenda ou calendário. Quais são os trabalhos e tarefas devem ser concluídos antes do prazo final, entre outras coisas. O adiamento do estudo de conteúdo do curso e de trabalhos decorrerá em acumulação de matérias e prejudicando o percurso a determinada altura.

Perder a concentração durante as aulas

Entre os grandes desafios, para quem opta pelo ensino à distância, estão estão as distrações. As redes sociais, a televisão e outros elementos que possam atrair a nossa atenção podem impedir que impedir que o aluno se concentre nas aulas e obtenha aproveitamento. “Na hora de assistir às aulas deixe o telemóvel no modo silencioso, não entre nas redes sociais e procure avisar as pessoas que o rodeiam de que aquele é o horário de estudo. Isto permite uma maior concentração e garante produtividade”, ressalta Janet.

A não colocação de dúvidas sobre o conteúdo

Mesmo no ensino a distância o estudante deve tirar partido dos tutores e da equipa da faculdade, para esclarecer dúvidas que podem surgir ao longo do curso. É o momento de adquirir experiência e conhecimento para atuar fora do ambiente académico.

Não possuir os equipamentos necessários

Para se dedicar aos estudos e acompanhar as aulas disponíveis no ambiente virtual, o aluno de EAD precisa ter um computador, tablet ou telemóvel para assistir as disciplinas do curso. “Além dos equipamentos necessários, é necessário ter uma boa conexão com a internet para acompanhar e desenvolver as atividades exigidas pelos professores. Ter um domínio no ambiente virtual também contribui para facilitar a interação do aluno”, finaliza Janet.

Para mais informações

Michelle Laboissiere – Pilares RP
Assessora de imprensa
[email protected]

(12) 3921-4071 ou 99135-9632

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor introduza o seu comentário
Por favor introduza o seu nome