A modalidade de ensino a distância está crescer cada vez mais no Brasil. Com a pandemia do Covid-19 e o distanciamento social, até mesmo os cursos presenciais tiveram que se adaptar ao ensino a novos modelos, mostrando que a opção entre ensino à distância ou presencial não é tão óbvia como muitos poderiam antecipar.

Segundo dados do último Censo da Educação Superior, divulgado pelo Inep (Instituto de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) no final do ano passado, 40% (1,4 milhão) dos estudantes escolheram os cursos de ensino a distância.

Na hora de escolher o modelo curso de graduação ou pós-graduação, entre ensino à distância ou presencial, a primeira opção ganha força devido ao fator económico, com uma mensalidade mais acessível, e graças à flexibilidade e possibilidade de se poder adaptar os estudos de acordo com os horários e rotinas de cada um.

A grande dúvida, no momento de optar por ensino à distância ou presencial, diz respeito aos reconhecimento dos diplomas

De acordo com o Ministério da Educação (MEC) não existem diferenças entre o diploma do ensino presencial e o diploma de ensino a distância. A Lei de Diretrizes e Bases da Educação define que os diplomas tenham a mesma validade, reconhecendo o profissional pela sua formação e qualificação para o mercado de trabalho.

Para Janet Navarro, diretora da faculdade FAEL em São José dos Campos, o curso EaD exige as mesmas competências que o ensino presencial. “O aluno terá que desenvolver trabalhos, participar de workshops, manter uma boa média nas matérias além de fazer as provas de acordo com o curso escolhido”, afirma.

Além disso, é obrigatório o estudante ter concluído o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) e ter participado de algum programa de estágio supervisionado para obter o diploma. “É uma forma do aluno colocar em prática todo conhecimento que ele aprendeu durante a faculdade e identificar qual área ele deseja atuar depois de formado”, ressalta Janet Navarro.

No site do Ministério da Educação é possível verificar se o curso e a instituição de ensino superior têm reconhecimento pelo órgão. Assim, o estudante terá informações sobre a qualidade do ensino além de comprovar se o diploma será válido ao concluir os estudos.

Para mais informações

Michelle Laboissiere – Pilares RP
Assessora de Imprensa
[email protected] | (12) 3911-2393 ou 99135-9632

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor introduza o seu comentário
Por favor introduza o seu nome