Videochamadas: 36% dos jovens fez ligações com duas horas de duração durante o confinamento

Sondagem da Wiko nas redes sociais da marca descobriu que durante o período de confinamento, a maior parte das videochamadas dos jovens foram realizadas com amigos (51%) e família (20%). 61% destes jovens não fazia videochamadas antes da pandemia.

videochamadas
Maioria das videochamadas realizadas foram feitas para amigos (51%), seguindo-se a família (20%)

Embora as maravilhas das videochamadas já fossem conhecidas, a verdade é que as mesmas nunca foram tão utilizadas como agora. A WIKO, empresa europeia de smartphones, quis perceber o que mudou na rotina dos jovens e das suas ligações durante o período de emergência e confinamento social, por causa do Covid-19 e, por isso, realizou uma sondagem nas suas redes sociais.

Segundo dados recolhidos pela marca, 61% dos participantes não fazia videochamadas por dia, número que diminuiu para 23% durante o período de confinamento. A percentagem de participantes que passou a fazer uma chamada de video por dia é de 19%, sendo que 29% admitiu fazer dois contactos diários deste tipo e 28% passou a fazer três ou mais.

Se pensa que a maior parte das videochamadas são feitas entre casais, engana-se. A mesma sondagem veio comprovar que a maioria das videochamadas realizadas por estes jovens foram feitas para amigos (51%), seguindo-se família (20%) e só depois namorado/a (8%).

Videochamadas ajudaram a aproximar as pessoas durante o confinamento

Para 22% dos participantes, cada videochamada levava em média 30 minutos (22%), a mesma percentagem que para os que afirmam ter feito videochamadas de uma hora (22%). Dos restantes participantes, 20% admitiu que a duração das suas videochamadas era de uma hora e meia e 36% disse que podiam ir além das duas horas.

As videochamadas ajudaram a aproximar as pessoas, ainda que não estivessem fisicamente no mesmo local, e permitiram longos serões de conversa ou até mesmo refeições com companhia.

Graças a inúmeras aplicações que existem no mercado, é possível ver e falar com todos aqueles que desejamos através do ecrã do nosso marca.

Sobre a Wiko:

A WIKO, marca europeia dedicada exclusivamente ao desenvolvimento de telemóveis, nasce em Marselha, em 2011. Atualmente, conta já com 30 milhões de utilizadores e está presente em mais de 30 países. A WIKO ocupa o 4º lugar das marcas mais vendidas no mercado de telefonia livre na Europa Ocidental e encontra-se no TOP 5 do mercado móvel em países como França, Itália, Bélgica e Portugal. Impulsionada pelo sucesso alcançado no mercado Europeu, a WIKO está a expandir a sua presença nos mercados da Ásia, África e Médio Oriente. Em 2019, a marca chega ao continente americano e abre dois escritórios nos Estados Unidos da América.

A Wikomobile Iberia, por sua vez, é a empresa responsável pelo desenvolvimento da marca WIKO em Espanha e Portugal. Desde agosto de 2013 que dedica os seus esforços a oferecer o melhor serviço e a mais recente tecnologia nestes mercados.

Informações adicionais para órgãos de comunicação social:

EDC

Andreia Ramos | [email protected] | t. +351 936 101 395

Sofia Velasco | [email protected] | t. +351 932 101 396

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor introduza o seu comentário
Por favor introduza o seu nome