logística para ecommerce

A FM Logistic, um dos principais operadores de supply chain e logística para ecommerce e retalho do mundo, divulgou os resultados financeiros para o ano fiscal de 2019-2020, finalizado em 31 de março de 2020. A empresa registrou receita de 1,43 bilhão de euros, um aumento de 8,7% em relação ao período anterior.

O EBIT (lucro antes de juros e impostos) também apresentou desempenho positivo, totalizando 42,5 milhões de euros, crescimento de 21%. Esses resultados reforçam o foco da companhia em crescer de maneira seletiva e lucrativa, reflexo do amplo relacionamento com os clientes e de um melhor desempenho operacional.

A FM Logistic alcançou novamente uma performance favorável. O crescimento no EBIT confirma o impacto positivo do nosso plano estratégico denominado Focus. O incremento da receita foi inteiramente orgânico, suportado pela ampla atuação da equipa de vendas e oferta de novos serviços, principalmente, no omnichannel e logística urbana“, explica Jean-Christophe Machet, CEO da empresa.

Pandemia agravou os custos operacionais

Segundo ele, o surto de Covid-19 teve um impacto limitado no exercício anterior. No entanto, o início do novo ano fiscal configurou-se como um período mais desafiante. Em abril e maio de 2020, a FM Logistic apresentou uma queda geral de 9% na receita em comparação ao mesmo período do ano passado, acompanhado de um aumento significativo nos custos operacionais relacionados às medidas de prevenção ao coronavírus.

Continuaremos protegendo, prioritariamente, nossos colaboradores, atendendo às necessidades dos clientes e fortalecendo o balanço patrimonial. Quase todas as nossas unidades estão em operação. Porém, o mais importante é que temos uma situação financeira sólida, um portfólio de clientes equilibrado com empresas dos setores de bens de consumo, retalho, cosméticos, manufaturados e produtos de cuidados pessoais, tudo isso alinhado com uma atuação ao nível da logística para e-commerce e na estrutura acionária familiar. Os serviços da cadeia de suprimentos ajudam a atender às necessidades essenciais dos clientes e, consequentemente, da população. Tudo isso nos dá confiança na nossa capacidade de superar esse período incomum“, completa.

As receitas foram bem distribuídas entre as regiões, com a França representando 38% e os outros países 62%. Os negócios no mercado francês cresceram 7,7%, para 550 milhões de euros. Na Europa Central e Oriental, o aumento variou de 8% a 16%.

A FM Logistic continua a construir a sua presença em mercados emergentes e abriu novos armazéns multiclientes e centros de distribuição na Índia e no Vietname para atender à demanda de longo prazo por serviços da cadeia de suprimentos. No Brasil, a nomeação de uma nova liderança local no início de 2019 deu um novo direcionamento aos negócios.

Reflexos no Brasil

Mesmo com a economia brasileira crescendo apenas 1,1% no ano passado, o que interfere diretamente na falta de infraestrutura logística para ecommerce, retalho e em preços elevados para os consumidores, a FM Logistic segue o seu processo de reorganização na região. A subsidiária cresceu três vezes a taxa do mercado logístico nacional.

Com uma área de armazenagem total de 180 mil metros quadrados, os cinco armazéns localizados em São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Santa Catarina estão operando a plena capacidade. Antes da pandemia de Covid-19, a FM Logistic estava em preparação para iniciar novos projetos, com uma perspectiva de negócios superior ao verificado no período anterior.

Para acelerar nossa taxa de crescimento, vamos voltar a atuar com o serviço de transporte e expandiremos a atuação no segmento de omnichannel, de logística urbana e co-packing. Também planeamos expandir a presença na região Nordeste, com a abertura de uma unidade no Recife. Seguimos nosso projeto de transformação digital, sempre atentos à gestão da cadeia logística dos clientes, mas, acima de tudo, oferecendo qualificação profissional aos nossos colaboradores“, ressalta Ronaldo Fernandes da Silva, presidente da FM Logistic do Brasil.

E completa: “acreditamos que em períodos de crise surgem as melhores oportunidades. É quando as empresas com know how conseguem ampliar seu escopo de serviços e oferecer as melhores estratégias. A FM Logistic acredita que o Brasil é mercado-chave e pretende ampliar os negócios regionais“.

Procura de serviços de logística para ecommerce potencia negócios globais e investimentos

A FM Logistic manteve a dinâmica comercial em 2019-2020 ao assinar novos contratos no valor de mais de 150 milhões de euros. O crescimento das vendas foi especialmente forte nos setores de beleza e e-commerce, principalmente, na França, Espanha, Índia e Rússia.

O aumento da receita foi apoiado pela operação de novos serviços que atendem às tendências dos consumidores, como o crescimento do comércio eletrónico, que reforça o peso e a importância da logística para ecommerce. A empresa introduziu soluções voltadas para a cadeia de suprimentos para fabricantes que atuam nos setores de retalho, bem como no atendimento direto dos consumidores através de marketplaces.

A receita da área de transporte ultrapassou 500 milhões de euros (36% do total) e se beneficiou da expansão das operações de carga fracionada e logística urbana. O serviço Citylogin, que combina entregas last mile para pequenos centros urbanos na Europa, agora atende cerca de 30 cidades.

Em 2019-2020, a FM Logistic adotou medidas adicionais para contribuir com uma cadeia logística mais sustentável, o que inclui um programa de segurança do trabalho em todos os 14 países em que atua, envolvendo investimentos em tecnologia, inovação, qualificação dos colaboradores, impacto ambiental e social de suas operações. Esses esforços levaram a empresa a receber a classificação EcoVadis Gold, colocando-a entre as companhias que são reconhecidas pela atuação na área de Responsabilidade Social Corporativa (RSE).

A empresa continuou a automatização dos processos tanto nos armazéns como nos escritórios e veículos automaticamente guiados (AGVs) e braços robóticos foram colocados em operação. Com relação aos profissionais, a FM Logistic investiu em formação para desenvolvimento de competências, principalmente, nas operações, encerrando o período com 27.500 colaboradores.

Para mais informações

Flávia Gavioli – FG Comunica

[email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor introduza o seu comentário
Por favor introduza o seu nome