A Comunidade Intermunicipal do Tâmega e Sousa (CIM do Tâmega e Sousa) integra, desde 2019, o projeto europeu DigiBEST – Digital Business EcoSystem Transformation, do qual também fazem parte o Ministério da Proteção Ambiental e Desenvolvimento Regional da República da Letónia, entidade que lidera o projeto, a Universidade da Letónia, a Região de Trøndelag (Noruega), a Svilluppo Basilicata SPA – Agência de Desenvolvimento Regional (Itália), a Província de Granada (Espanha) e a instituição financeira Austria Wirtschaftsservice Gesellschaft (Áustria).

DigiBEST visa potenciar competitividade através da digitalização

O DigiBEST tem como objetivo apoiar e promover a competitividade das PME através da transformação digital do ecossistema empresarial, propondo soluções que aumentem a capacidade destas para utilizarem tecnologias e abordagens empresariais inovadoras.

Para conhecer a realidade da transformação digital das empresas de cada uma das regiões envolvidas no projeto e identificar as prioridades de intervenção nesta matéria foi desenvolvido um inquérito por questionário de preenchimento online, disponível no sítio da internet da CIM do Tâmega e Sousa, acessível em cimtamegaesousa.pt.

Este questionário é especificamente dirigido às empresas que cumpram os seguintes critérios: PME com, pelo menos, três anos de atividade; PME com mais de um funcionário; PME com, pelo menos, 10.000 euros de volume de negócios no último ano de execução orçamental; e PME não pertencentes ao setor das tecnologias de informação, tecnologia ou comunicação.

Através deste questionário pretende-se perceber como é que as PME estão a evoluir no sentido da transformação digital, quais as soluções de digitalização mais utilizadas por estas, quais as razões que levam as empresas a não utilizarem soluções ou tecnologias de informação específicas e como é que as entidades públicas podem apoiar este processo de transformação digital.

O projeto DigiBEST – Digital Business EcoSystem Transformation é cofinanciado pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional, através do programa Interreg Europe, num total de 1,14 milhões de euros.

Para mais informações

Cláudia Costa | [email protected]

www.cimtamegaesousa.pt

FONTECIM do Tâmega e Sousa
Artigo anteriorProvar vinho do Porto em Lisboa: Taylor’s Port reabre sala de provas e loja
Próximo artigoTratamento da sépsis, uma das mais fatais consequências da Covid-19, distinguido com BfK Awards
Envie-nos o seu press release através do nosso formulário de submissão e potencie a visibilidade da sua marca, empresa, ideia ou projeto. Se tiver dúvidas sobre a elaboração de uma nota à comunicação social, leia o nosso artigo "Como Fazer um Press Release".

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor introduza o seu comentário
Por favor introduza o seu nome