dia internacional da terceira idade

“Bem que se quis, depois de tudo, ainda ser feliz”. Embalados e inspirados nesta música de Marisa Monte, um grupo de amigos músicos e entusiastas por projetos sociais criaram, para o Dia Internacional da Terceira Idade, o Projeto Amigos do Lar Dom Paulo “Bem que se quis”, uma campanha que, através um live, visa captar recursos, produtos e serviços para o Lar Dom Paulo, localizado na cidade de Contagem (MG).

O evento será transmitida pelo canal do YouTube, da banda Malt 80, no dia 03 de outubro, às 19h, data esta que marca o Dia Internacional da Terceira Idade. Na programação estão previstos apresentações musicais das bandas Dois é Pouco, Malt 80, leilões virtuais e sorteios de produtos oferecidos pelos patrocinadores.

Leia também: Dar e Reutilizar: plataforma digital aposta na consciência solidária

Um Dia Internacional da Terceira Idade para dar resposta às necessidades mais prementes

Com problemas financeiros, o Lar Dom Paulo está com sérias dificuldades em manter seus idosos, que depende de doações para sua existência. Segundo o diretor voluntário do Lar Dom Paulo, Daniel Felipe Ferreira Leite, os idosos precisam dessa casa de acolhimento. “O Lar proporciona socorro, carinho, atendimento médico, psicológico, nutricional e terapia ocupacional. O Lar Dom Paulo é a voz que eles não têm na sociedade, é a esperança de uma vida melhor, é cuidado e também diversão”.

Um dos idealizadores e organizadores do evento, Igor Monteiro, está otimista e acredita na solidariedade das pessoas para que o Lar Dom Paulo consiga essas suprir as suas necessidade para poder manter os idosos. “Com esta pandemia do Coronavírus, os recursos ficaram ainda mais escassos. Então, precisamos fazer nossa parte e ajudarmos nossos idosos”.

As pessoas podem fazer as doações através do QR Code, que aparecerá no live e através do site: lardompaulo.com.br.

Lar Dom Paulo

O Lar Dom Paulo é uma instituição sem fins lucrativos, criada em 2015, que se mantém por meio de contribuição mensal de recursos dos idosos e doações de pessoas sensibilizadas com o trabalho desenvolvido, sendo que 100% das vagas destinadas a atender os idosos têm base na contribuição de um salário mínimo.

É um trabalho que tem um olhar de amplitude e metas que vão além do Lar, pensado em uma estrutura futura que trabalhe a prevenção da vulnerabilidade do idoso, preparando pessoas para um envelhecimento saudável. Para isso, busca parceiros junto aos setores públicos e privados, visto ser um trabalho de cunho amplo e de responsabilidade social.

Para mais informações:

Paula Fernandes | [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor introduza o seu comentário
Por favor introduza o seu nome