vizinho amigo

O movimento “Vizinho Amigo” é um projeto solidário, pensado por um grupo de jovens, cuja principal missão é ajudar aqueles que estão inseridos em grupos de risco. O objetivo é promover o voluntariado por parte das faixas etárias mais novas através da prestação de auxílio em vários serviços, como por exemplo, as compras de mercearia e farmácia e a entrega nas casas de quem mais precisa, dentro da sua área de residência.

Iniciativa “Vizinho Amigo” conta já com 6000 voluntários

No total, o movimento “Vizinho Amigo” conta já com cerca de 6.000 voluntários e parcerias com várias Juntas de Freguesia em todo o país, bem como, inúmeras partilhas por parte dos voluntários e figuras públicas.

Pedro Barroso, embaixador do projeto, afirma “o movimento “Vizinho Amigo” é um projeto pelo qual tenho muito carinho, pois também eu decidi abraçar a causa e sair à rua! Durante 3 meses fui um “Vizinho Amigo” e tive a possibilidade de ajudar muitas pessoas que atualmente me tratam por “neto”. Para mim ficaram como avós! Esta 2º vaga, mais do que nunca, precisa do projeto “Vizinho Amigo”, e saber que eles estão de volta com mais ajuda deixa-me orgulhoso”.

Leia também: Voluntários de todo o país apoiam grupos de risco do coronavírus

Martim Ferreira, líder do movimento, justifica o seu regresso: “No final de Agosto/início de Setembro, havia um número muito elevado de casos, foi aí que começámos a antever o pior. O facto de haver uma parte da população que pode ter consequências mais graves se tiver contacto com o vírus, faz com que estas pessoas tenham de ter cuidados redobrados. É aí que nós entramos. Num inverno extramente rigoroso, a situação vai ser ainda mais grave. Os Vizinhos Amigos vêm impedir que estas pessoas saiam e corram o risco de serem contaminadas num local público, com consequências que podiam ser devastadoras para as mesmas”.

Contudo, a missão do “Vizinho Amigo” não se limita às tarefas, como afirma Martim:  “Com a pandemia, muitas pessoas, especialmente idosos, ficaram sozinhas. Numa altura em que a saúde mental é tão importante, os nossos voluntários têm um papel essencial. Temos Vizinhos Amigos que ficam 40/50 minutos ao telemóvel porque as pessoas lhes ligam só para ter uma conversa. Se estamos a tentar lutar contra a doença, não podemos morrer da cura. É por isso é que este papel de acompanhamento é tão importante”.

O regresso do “Vizinho Amigo” vem acompanhado com novidades. O novo website permite não só aceder a informações e novidades sobre o projeto, como também possibilita que ajudantes e ajudados se encontrem. Através dele, é possível agora inscrever-se para fazer voluntariado, pedir ajuda, fazer uma parceria e fazer um donativo para ajudar a causa. Foi também criada a “Comunidade Vizinho Amigo”, um grupo no Facebook onde o objetivo é permitir a comunicação entre voluntários, incentivar discussão de ideias e ferramentas essenciais para que o movimento possa crescer.

A comunidade cria um apelo a todos: “Torne-se um “Vizinho Amigo” e ajude aqueles que mais necessitam.

Saiba mais em www.vizinhoamigo.org e visite as páginas de Instagram e Facebook.

Para mais informações:

Catarina Campos | [email protected]

Creative Minds | 934 538 301

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor introduza o seu comentário
Por favor introduza o seu nome