upac
UPAC instaladas possibilitam reduzir 2.400 toneladas de emissões anuais de CO2

O Grupo Montalva/Izidoro acaba de dotar quatro das suas unidades industriais com Unidades de Produção para Autoconsumo (UPAC), através da instalação de painéis solares fotovoltaicos.

As instalações localizadas no Montijo, Torres Novas, Milharado e Santarém beneficiaram de um investimento de cerca de três milhões de euros para a instalação de unidades de produção de energia renovável, fruto da parceria a 15 anos estabelecida com a Helexia, que assume o papel de parceiro e promotor deste projeto. 

Esta implementação de UPAC vai permitir uma potência instalada nas várias centrais de 3,5 MWp e uma produção anual de 5,4 GWh, o que possibilitará uma redução das emissões de 2.400 toneladas de CO2 por ano, sendo a energia produzida pelas UPAC o equivalente ao abastecimento médio de 1.200 lares por ano – precisamente o número de lares dos colaboradores do Grupo.

A energia será limpa, produzida através de fontes renováveis, e permitirá também uma significativa redução da pegada carbónica. A Profit Energy foi a entidade responsável pelo codesenvolvimento da parte técnica e comercial do projeto.

Refrigeração no Grupo Montalva tem forte impacto nos custos energéticos, daí aposta nas UPAC

O Grupo Montalva é uma empresa 100% portuguesa, com mais de 100 anos de história. Conhece e controla desde a sua origem todas as matérias-primas, que também são, preferencialmente, portuguesas, algo que os distingue no setor agroalimentar. O grupo Montalva é referência nacional na produção de produtos para outras marcas da distribuição, exporta para mais de 30 países em diferentes continentes (África, Ásia e Europa).

A eletricidade tem um peso muito relevante tendo em consideração a tipologia da atividade agroalimentar, nas mais diversas etapas de operação do Grupo. Por exemplo, no contexto meramente produtivo, as unidades industriais operam maioritariamente entre 0º e 5ºC (inclusive em algumas etapas em regime de frio negativo), levando a uma necessidade de refrigeração constante com forte impacto nos custos energéticos associados. Daí o investimento nas UPAC.

LEIA TAMBÉM: Izidoro inova e apresenta salsichas vegetais

Segundo Luís Rodrigues, CEO do grupo Montalva, a preocupação da empresa “com o meio ambiente e a sustentabilidade é uma prioridade, pelo que a decisão de avançar com a produção de energia renovável nas Unidades Industriais do Montijo, Torres Novas, Milharado e Santarém, foi uma decisão lógica e natural. A utilização de energia renovável é um importante passo no caminho sustentável que a empresa está a trilhar e toca vários eixos do ciclo de vida do nosso portfolio de produtos. A energia é um fator essencial para qualquer negócio, sendo uma das preocupações do Grupo sensibilizar colaboradores e clientes de como é possível combinar economia e ecologia para tornar os negócios mais competitivos e, ao mesmo tempo, contribuir para um planeta mais saudável.

Para Luís Pinho, CEO da Helexia, “o sucesso deste projeto [de instalação de UPAC] é resultado do alinhamento das duas empresas com a sustentabilidade ecológica e económica. Esta aposta do Grupo Montalva confirma e reforça os seus valores, satisfazendo e valorizando os seus clientes, mantendo o seu compromisso de responsabilidade social e ambiental, continuando a sua missão de inovação e qualidade. A transição energética é a razão de ser da Helexia e é com enorme satisfação que estabelecemos esta parceria forte e duradoura com o Grupo Montalva, parceria que irá reduzir a pegada ecológica do grupo, mas imprimindo uma pegada de liderança e impacto positivo no sector e para a indústria em geral em Portugal”.

A Helexia é um operador de soluções de sustentabilidade energética, produção e gestão de energia (solar) e mobilidade elétrica. Com um modelo de negócio que a coloca ao lado do cliente, está presente em toda a cadeia de valor dos projetos, desde o desenvolvimento até à operação e manutenção, e aporta toda a capacidade técnica, legal, construção e financiamento.

LEIA TAMBÉM: Turismo da fruta: RUDE promove Cova da Beira

A aposta das empresas em autoconsumo local permite uma poupança significativa na fatura de energia, em simultâneo com ganhos ambientais, são menos emissões de CO2, menos utilização de combustíveis fósseis e menos perdas no transporte de eletricidade. A vantagem de ter um parceiro como a Helexia é o descanso de ter um projeto desenvolvido chave-na-mão, que inclui o investimento, permitindo a uma empresa manter a capacidade de investimento na sua atividade core.

Sobre a Helexia:

A Helexia investe na transição energética como um fator essencial para um desenvolvimento equilibrado e sustentável. A Helexia está presente em toda a cadeia de valor dos projetos desde o desenvolvimento, construção, operação, manutenção e no financiamento.

Suportada por uma estrutura acionista sólida e com uma visão de longo prazo, a Helexia está presente em França, Itália, Bélgica, Portugal, Espanha, Brasil e Marrocos tendo já realizado inúmeros projetos de eficiência energética, de produção descentralizada de energia e colocado em funcionamento mais de 240 centrais fotovoltaicas em coberturas e parkings, num total de mais de 55 MWp e 140 milhões de euros de investimento.

A Helexia tem a ambição de se tornar cada vez mais num player de referência no setor dos serviços energéticos.

Para informações adicionais a órgãos de comunicação social:

João Guerra

Diretor de MKT&COM

[email protected]

Ricardo Atayde

[email protected]

Sérgio Marçalo

Reputation

[email protected]

+351 938 090 300

FONTEHelexia
Artigo anteriorMelhor Hotel de Cidade da Europa: Hotel InterContinental Porto na corrida
Próximo artigoU-World com novo “website” institucional no ar
Envie-nos o seu press release através do nosso formulário de submissão e potencie a visibilidade da sua marca, empresa, ideia ou projeto. Se tiver dúvidas sobre a elaboração de uma nota à comunicação social, leia o nosso artigo "Como Fazer um Press Release".