como desenvolver competências profissionais

Todas as pessoas estão equipadas com o seu conjunto próprio de atributos e é esse património único que destaca cada indivíduo como profissional. E a boa notícia é que este conjunto de aptidões não é estanque, mas evolui à medida, caso queira e saiba como desenvolver competências profissionais e aptidões, para cumprir objetivos.

O ideal é começar por identificar o seu conjunto único de hard e soft skills (competências técnicas e competências transversais) atuais para poder traçar o seu plano de carreira.

Resumidamente, as competências transversais são transferíveis, o que significa que são válidas em qualquer posição, independentemente do setor de atividade, sendo cada vez mais valorizadas pelos empregadores, pois englobam aptidões interpessoais e outros traços de personalidade que permitem comunicar e trabalhar com outros (por exemplo: adaptabilidade, criatividade, tomada de decisões, liderança, trabalho em equipa, etc). As competências técnicas são as que se utilizam para executar as tarefas específicas relacionada com um trabalho, sendo um tipo de competência que pode ser adquirida ou melhorada através da formação e prática (por exemplo: tencologia de informação, fluências em língua, contrução de textos jornalísticos, design gráfico, gestão de marketing, Matemática, carpintaria, vendas, etc.)

Num processo de candidatura a uma nova posição, se tiver alguma competência em falta para o exercício de uma função não a liste no seu currículo. Tem sempre a opção de procurar formação durante o processo de recrutamento ou o empregador pode estar disposto a oferecer-lhe essa formação no local de trabalho. Isto é especialmente verdade se também demonstrar entusiasmo pela posição e vontade de aprender, o que dá ao empregador confiança de que pode desenvolver rapidamente as competências que tem em falta.

Portanto, o ideal é ter autoconhecimento dos seus pontos fortes e competências a melhorar ou a desenvolver e mente aberta para dar os passos para evoluir no seu percurso. Adecco Portugal dá-lhe sete sugestões para desenvolver as suas competências de forma a potenciar a progressão na carreira.

Como desenvolver competências profissionais: 7 formas de fazê-lo

  1. Estabelecer objetivos: certifique-se de que os objetivos são mensuráveis, realizáveis e relevantes para a sua carreira. Saber como desenvolver competências profissionais deve passar, depois, por organizar uma linha temporal para alcançar o seu objetivo, estabelecendo uma data de início e fim, bem como objetivos de curto prazo que o possam ajudar a consolidar o caminho de progressão.
  2. Encontrar um mentor: pode estar mesmo ao seu lado. Normalmente é um líder ou uma pessoa mais experiente a quem possa solicitar reuniões informais. Procure feedback sobre os pontos fortes e fracos. Pergunte também aos seus colegas, amigos ou familiares sobre quais os seus pontos fortes e áreas a melhorar. É importante procurar o feedback de pessoas que lhe darão críticas honestas em vez de elogios automáticos. Uma vez identificados os seus pontos fracos, pode concentrar-se no desenvolvimento dessas competências.
  3. Reveja as descrições das posições de trabalho que pretende: é essencial ter esta atenção para lhe dar uma ideia das competências transferíveis que possui, bem como das competências específicas de trabalho de que necessitará. Uma vez identificadas as competências de que necessita, pode pesquisar programas de educação ou de formação profissional que lhe possam proporcionar o conjunto de competências necessárias à transição para essa posição.
  4. Inscrever-se numa licenciatura, mestrado, doutoramento: as empresas encorajam frequentemente os empregados a continuar os seus estudos com um diploma e algumas dispõem-se a contribuir com parte do valor das propinas ou reembolso total.
  5. Fazer cursos de formação contínua em áreas relacionadas com a carreirapara algumas profissões, os cursos de formação contínua são necessários para que os profissionais se mantenham atuais no mercado. Muitas instituições de ensino superior oferecem cursos  de pós-graduação que enriquecem muito a formação dos profissionais.
  6. Fazer de ‘sombra’:  o acompanhamento profissional é uma excelente forma de aprender mais sobre as responsabilidades quotidianas de outra profissão e de aprender novas competências. Geralmente, é melhor escolher pessoas que tenham experiência ou que tenham um bom desempenho nas suas posições. O trabalho de ‘sombra’ geralmente envolve o acompanhamento de um profissional no desempenho das suas funções e o conhecimento de diferentes competências.
  7. Junte-se a uma associação profissional: num ambiente de grupo, tem a oportunidade de falar com colegas sobre o seu setor de atividade e descobrir competências que poderá querer desenvolver.

Para mais informações

Inês Maia e Silva

967 521 865

[email protected]

FONTEAdecco
Artigo anteriorNovo livro “Marketing Digital – Conteúdos Vencedores”, um manual de boas práticas
Próximo artigo“Noite dos Medos” volta a assombrar Melgaço
Envie-nos o seu press release através do nosso formulário de submissão e potencie a visibilidade da sua marca, empresa, ideia ou projeto. Se tiver dúvidas sobre a elaboração de uma nota à comunicação social, leia o nosso artigo "Como Fazer um Press Release".