cartaz meo sudoeste 2022

Depois de dois anos de interrupção, a Tribo tem reencontro marcado para o verão de 2022, de 2 a 6 de agosto, com abertura do campismo marcada para o dia 30 de julho. A Herdade da Casa Branca, na Zambujeira do Mar, volta a ser o ponto de encontro de milhares de festivaleiros que procuram a praia, o campismo e a melhor música do momento, para juntar os amigos numa experiência sempre inesquecível. E os primeiros nomes confirmados no cartaz MEO Sudoeste 2022 são Major Lazer, Kappa Jotta, Domingues, Timmy Trumpet, Pedro Sampaio, ProfJam, Bispo, Calema, Deejay Telio, Lewis Capaldi, Morat, Giulia Be, Masego, Morad, Shouse, Steve Aoki, Ana Lua Caiano, Eurico, Tay, Rafaell Dior, PT Slowmo, Soraia Ramos, Jão, Estraca, Ivandro, Sippinpurp, Aragão, Os Intencionais, CKAY e Melim

As saudades são mais que muitas e mal podemos esperar para nos reencontrarmos na Zambujeira do Mar e celebrarmos juntos, na maior semana de férias de sempre! 

O cartaz MEO Sudoeste 2022… de A a Z

Major lazer no cartaz meo sudoeste 2022

Major Lazer, a música como missão

Os Major Lazer são hoje uns dos gigantes da música eletrónica a nível mundial. Tudo começou em 2008, quando os produtores Diplo e Switch começaram a trabalhar juntos. Os dois conheceram-se por terem trabalhado no primeiro disco da cantora M.I.A. e, depois, também com Santigold. A cumplicidade era evidente e tinha de ser colocada ao serviço da música e dos outros.

O primeiro disco da dupla saiu em 2009. “Guns Don’t Kill People… Lazers Do” já tinha alguns dos elementos mais característicos da banda, como a eletrónica cativante e o reggae sempre à espreita. O segundo disco, “Free The Universe”, editado em 2013, continuava nessa senda de sucesso e incluía as participações de algumas estrelas da música de dança como Vybz Kartel, Busy Signal, Mr. Vegas, Nina Sky, Amanda Black, entre outros.

O single “Hold the Line” explodiu em todo o mundo, fazendo sucesso em qualquer pista de dança. Em 2012 juntaram-se a Snoop Dogg e editaram o tema “La La La” – a colaboração também se estendeu à produção do disco “Reincarnated” de Snoop Lion, persona de Snoop Dogg. Nessa altura houve uma mudança no projeto: Switch saiu e entraram Jillionaire e Walshy Fire (Jillionaire viria a sair neste ano de 2019, dando lugar a Ape Drums).

Em 2015 editaram o seu terceiro disco: “Peace Is The Mission”, onde se encontra o gigantesco hit “Lean On”, com a colaboração de DJ Snake e a voz de MØ. Poucos meses depois voltariam a causar estrondo com o lançamento de mais um tema com sucesso à escala planetária: “Cold Water”, com a participação de Justin Bieber e novamente MØ. E sucessos como esse foram aparecendo naturalmente, uns atrás dos outros, assim como as colaborações com estrelas como Beyoncé, Nicki Minaj ou Ariana Grande. “Music Is the Weapon” é o quarto disco de Major Lazer, editado em 2020. Temas como “Que Calor”, com a participação de J Balvin e El Alfa, mostram como os Major Lazer estão em grande forma e prontos para dar enriquecer o cartaz MEO Sudoeste 2022, no dia 4 de agosto no Palco MEO do MEO Sudoeste.

Veja também: Cartaz do Super Bock Super Rock 2021 conta 14 nomes confirmados

Um flow ProfJam para o festival

profjam no cartaz meo sudoeste 2022

ProfJam tem vindo a desenhar um dos mais personalizados e interessantes percursos artísticos no hip hop nacional, apostando numa postura e uma sonoridade que o colocam num campeonato que é só seu.

O rapper começou por dar nas vistas em circuitos paralelos como a Liga Knock Out e estreou-se em 2014 com a mixtape “The Big Banger Theory”. “Mixtakes” foi o passo seguinte, um registo destacado como um dos melhores de 2016 e que incluía outro clássico: “Queq Queres”.

Em 2018, o rapper lançou os temas “Yabba” e “Gwapo” (com a participação de Yuzi, um dos artistas da Think Music) e ambos alcançaram números bem expressivos nas plataformas de streaming. A internet tem, aliás, sido um dos principais terrenos da afirmação da arte de ProfJam: “Xamã” e “Mortalhas”, temas lançados em 2017, atingiram milhões de visualizações no YouTube.

Com uma escrita intrincada, flows complexos e produções que traduzem o presente e o futuro, ProfJam tem cultivado um estilo muito próprio que se tem feito notar tanto nos seus sucessivos lançamentos, como nos palcos que vai pisando de norte a sul do país.

No single “Água de Coco”, ProfJam volta a surpreender com uma escrita cada vez mais elaborada, plena de imaginação. “Água de Coco” foi o primeiro single do muito aguardado disco “#FFFFFF”, editado em 2019 e produzido por Lhast. “#FFFFFF” tem uma história para contar, feita de cores e nuances, feita de sons e palavras, feita de flows e de segundos e terceiros significados.

“Só dou à palavra o que eu vejo”, explica o rapper. E com ele, vemos todos nós. Aguarda-se agora novo álbum e o próximo MEO Sudoeste é uma bela oportunidade para ficar a testemunhar ao vivo esta e outras histórias arquitetadas por um dos rappers portugueses do momento – dia 3 de agosto, no Palco MEO.

timmy trumpet no sudoeste

Timmy Trumpet introduz os beats australianos no cartaz MEO Sudoeste

Timmy Trumpet é um dos mais singulares nomes que podemos encontrar no DJ Mag Top 100. Com vários prémios ganhos e muitos discos vendidos, Timmy é um dos principais produtores e DJs australianos. Com apenas 13 anos, já era considerado como o melhor músico jovem do ano.

Entrou para o Conservatório de Sidney e pouco depois já pertencia à All-Star Stage Band, enquanto trompetista, correndo os melhores festivais de jazz de toda a Europa. Essa formação no jazz faz com que as suas produções fujam dos principais clichés da música de dança, conseguindo acrescentar sempre qualquer coisa a quem o ouve. A música house casa na perfeição com o seu trompete, e o som que daí resulta é um tesouro que vale a pena descobrir.

Essa singularidade garante-lhe mais de 200 concertos por ano, com passagens por eventos tão míticos como Tomorrowland, Creamfields, Parookaville, Airbeat-One, Balaton Sound, Dance Valley, entre outros. Entre os principais sucessos de Timmy Trumpet estão “Horny”, em colaboração com DJ Tenzin, ou “Freaks”, com o rapper Savage – este foi um autêntico hit na Austrália (e não só), com milhões de audições no Spotify.

O seu talento já lhe valeu colaborações com nomes como Hardwell, Steve Aoki, Dimitri Vegas & Like Mike, Afrojack, R3HAB, W&W, ALOK, KSHMR, Vengaboys, Scooter e Carnage, num currículo raro e invejável. O público português anseia por voltar a ouvir Timmy Trumpet ao vivo e essa oportunidade chega com cartaz MEO Sudoeste 2022, no dia 4 do agosto de 2022, no Palco MEO.

Leia também: Cartaz do SUMOL SUMMER FEST mantém alinhamento e… atitude para 2022

deejay telio no sudoeste

Deejay Telio, um dos representantes do Hip Hop nacional no MEO Sudoeste 2022

Telio Monteiro é Deejay Telio, uma das principais revelações do hip hop feito em língua portuguesa. Responsável por alguns dos grandes hits a soar em Angola nos últimos anos, a verdade é que Deejay Telio também tem conquistado o público português com os seus irresistíveis ritmos angolanos – quem nunca ouviu falar, por exemplo, de “Que Safoda”? O seu amor pela música já é longo, mas 2015 foi o ano da verdadeira explosão para Deejay Telio.

Além de ter vencido três categorias nos Prémios Palop Stars 2015 (Revelação, Afro-House e Hit do Ano), Deejay Telio lançou ainda o álbum X-HIts, com Deedz B. Sucessos como “Não Atendo”, “Não Julgues” e “Quero Saber” tiveram (e têm) o condão de conquistar milhões de ouvintes em todo o mundo da lusofonia.

Em 2016 edita o disco “Karanganhada 2” e a qualidade volta a não deixar margem para dúvidas: quem é que consegue resistir a um tema como “Ficou”? Já conta com milhões de visualizações no YouTube.

Depois de vários singles de sucesso, como “Chora Agora”, o final do ano de 2018 editou “Happy Day”, em conjunto com Deedz B. Em 2020, editou o álbum “D’Ouro”, um registo “mais trabalhado”, mas que continua uma ‘karanganhada’, termo do crioulo cabo-verdiano que significa “festa, curtição” e define a música que Deejay Telio faz, a aumentar a expectativa para o concerto marcado para a próxima edição do MEO Sudoeste, dia 5 de agosto no Palco MEO. 

pedro sampaio cartaz meo sudoeste 2022

Pedro Sampaio representa o Brasil no Cartaz MEO Sudoeste

A jornada começou há pouco tempo, mas Pedro Sampaio já conquistou fãs um pouco por todo o Brasil, e não só. Com um estilo único que mistura hip-hop, eletrónica, pop e funk, é na novidade de sons e combinações sonoras inesperadas que se encontra e se destaca, chamando a atenção de nomes como Cardi B, Diplo, Will.I.Am. Também conhecido pelos seus “LIVE EDIT” transmitidos pelo Youtube, o DJ e produtor adora criar mashups inusitados.

Aos 13 anos de idade, Pedro já́ gostava dos “batuques”. Como brincadeira, começou por descobrir o seu talento para a percussão enquanto tocava num… balde. Depois, convenceu o pai a comprar uma série de instrumentos que o incentivaram ainda mais. Até que foi descoberto por Victor Junior quando tocava como DJ numa festa de uma amiga da família.

A partir daí começou a dedicar-se cada vez mais a esse seu talento e, aos 17 anos, entrou definitivamente para o grupo de artistas do Dennis DJ. Tem como referências nomes como Diplo, Marshmallow e Dennis, claro. Inspira-se nestes artistas, mas bebe das novidades sonoras que vão surgindo em todo o mundo. No início de 2018 lançou “EITA!”, com o cantor Jhama.

O tema foi um sucesso e confirmou as melhores expectativas a propósito de Pedro Sampaio. Recentemente lançou a música “BOTA PRA TREMER”, um tema que tem feito muito sucesso na internet, recebendo a atenção de influencers, youtubers e também do grande público. Esta sensação brasileira passa por Portugal no dia 3 de agosto de 2022, no 24º MEO Sudoeste.

Bispo reforça armada lusa

concerto de bispo

De Mem Martins para todo o país, Bispo tem conquistado o seu espaço aos poucos, desde que em 2003 decidiu levar a música mais a sério, trabalhando para ser um dos nomes mais relevantes do hip hop português. Depois das mixtapes “Recomeço” e “Passo a Passo”, Bispo lançou “Bispoterapia” em 2014, um EP em colaboração com o produtor “Intakto”.

Um ano depois chegou esse muito aguardado primeiro álbum de originais, “Desde a Origem”, que contou com a participação de dois grandes nomes do hip hop português: Sam the Kid e Maze (Dealema). O sucesso foi inevitável, o que resultou em discos vendidos, mais concertos e novas colaborações.

E uma dessas colaborações foi com Fumaxa, com quem editou o EP “Fora D’Horas”, um dos momentos altos do hip hop português no ano de 2017. Esse registo revelava um Bispo no topo das capacidades, algo que se viria a confirmar com o lançamento de “NÓS2”, um single que rebentou nas rádios em 2018 e que servia de aperitivo para o que aí vinha da parte do rapper de Mem Martins.

Hoje já não restam dúvidas de que Bispo é um dos nomes mais promissores do hip-hop nacional, como ficou evidente no seu último disco: “Mais Antigo”. É um artista cada vez mais maduro aquele que vai pisar o Palco MEO, no dia 6 de agosto de 2022, no 24º MEO Sudoeste.

Leia também: Cartaz do Super Bock Super Rock 2022 com primeiras oito confirmações

Calema, Hip Hop do bom, feito em português

calema no meo sudoeste

Telio Monteiro é Deejay Telio, uma das principais revelações do hip hop feito na língua portuguesa. Responsável por alguns dos grandes hits a soar em Angola nos últimos anos, a verdade é que Deejay Telio também tem conquistado o público português com os seus irresistíveis ritmos – quem nunca ouviu falar, por exemplo, de “Não Atendo”? O seu amor pela música já é longo, mas 2015 foi o ano da verdadeira explosão para Deejay Telio.

Além de ter vencido três categorias nos Prémios Palop Stars 2015 (Revelação, Afro-House e Hit do Ano), Deejay Telio lançou ainda o álbum X-HIts, com Deedz B. Sucessos como “Não Atendo”, “Não Julgues” e “Quero Saber” tiveram (e têm) o condão de conquistar milhões de ouvintes em todo o mundo da lusofonia.

Em 2016 edita o disco “Karanganhada 2” e a qualidade volta a não deixar margem para dúvidas: quem é que consegue resistir a um tema como “Ficou”? Já conta com milhões de visualizações no YouTube. Depois de vários singles de sucesso, como “Chora Agora”, no final do ano de 2018 editou “Happy Day”, em conjunto com Deedz B. Em 2020, editou o álbum “D’Ouro”, um registo mais elaborado, mas que continua uma ‘karanganhada’, termo do crioulo cabo-verdiano que significa “festa”, “curtição” e que define a música de Deejay Telio.

Temas recentes como “Barracada” ou “Desconfinamento” fazem aumentar ainda mais a expectativa para o dia 5 de agosto do cartaz MEO Sudoeste 2022, no Palco MEO.

lewis capaldi no cartaz meo sudoeste 2022

Lewis Capaldi, de Glasgow para o cartaz Meo Sudoeste 2022, num concerto super aguardado

Lewis Capaldi é um dos maiores fenómenos musicais dos últimos dois anos, arrebatando fãs um pouco por todo o mundo. O músico de Glasgow começou a agitar o mercado musical ainda no ano de 2017, altura em que editou o seu single de estreia “Bruises”, um tema que explorava o fim de um relacionamento num tom taciturno e, ao mesmo tempo, pungente, mostrando a voz diferenciada de Lewis, com uma rara capacidade de emocionar quem o ouve.

E este tema foi suficiente para colocar o nome de Capaldi no mapa – e hoje, no YouTube, o vídeo de “Bruises” já conta com mais de 46 milhões de visualizações. Tudo isto aconteceu ainda antes da edição do segundo single, “Lost on You”, outro sucesso imediato. Assim que assinou contrato com a Virgin Records, Capaldi incluiu estes dois singles no seu EP de estreia, “Bloom”.

Em poucos meses Lewis Capaldi já era um fenómeno de popularidade e esse sucesso foi coroado com um Scottish Music Award na categoria de Breakthrough Artist of the Year. A primeira metade do ano de 2018 foi passada a capitalizar esta ascensão meteórica: Lewis correu os Estados Unidos e grande parte da Europa a dar concertos. E os meses seguintes trouxeram mais dois singles com essa capacidade de tocar multidões: “Rush”, com Jessie Reyez, e “Tough”.

Mas o melhor ainda estava para vir e chegou definitivamente com a edição do primeiro álbum. “Divinely Uninspired to a Hellish Extent” saiu em 2019 e logo passou para número 1, tanto no Reino Unido como na Irlanda, sendo o disco mais vendido desse ano nos dois países. O single “Someone You Loved” também saltou para o topo da UK Singles Chart, permanecendo por lá durante sete semanas consecutivas – também foi primeiro nos Estados Unidos, Canadá, Escócia, Malásia, República Checa, entre tantos outros países, e o vídeo conta com mais de 450 milhões de visualizações no YouTube.

Em cima deste êxito e com a nomeação de “Someone You Loved” para um Grammy para Canção do Ano, seguiu-se a reedição de “Divinely Uninspired to a Hellish Extent” em formato especial, com 3 novos temas, entre os quais se encontra “Before You Go”, que soma já mais de 250 milhões de visualizações no YouTube. Ambos serão dos temas que prometem conquistar o público do MEO Sudoeste, no dia 3 de agosto, no Palco MEO.

Concerto de Morat em Portugal

MORAT introduzem ritmos colombianos

Morat é, para muitos, a maior banda pop em Espanha e na América Latina da atualidade. Pablo Isaza, Juan Pablo Villamil, Martín Vargas e Simón Vargas são quatro jovens colombianos, com uma média de idades a rondar os 23 anos, capazes de tocar o coração de milhares de pessoas em todo o mundo. Quando começaram a tocar juntos ainda no colégio, certamente que não imaginariam o alcance daquilo que ali começavam a construir por amor à música.

No entanto, o sucesso chegou, e não demorou muito. Em 2015 lançaram o single “Mi Nuevo Vicio”, com a participação de Paulina Rubio, um tema que rapidamente se espalhou por vários países da América Latina. Em julho do mesmo ano editaram o EP “Grabado En Madera”. O seu primeiro disco, “Sobre el Amor y Sus Efectos Secundarios”, e canções como “Del Estadio al Cielo”, “Amor con Hielo”, “Ladrona” ou “Cómo te Atreves”, confirmaram as melhores expectativas em relação à banda nesses primeiros tempos da sua carreira.

E nessa altura a fama dos Morat era também cada vez maior em Espanha, entrando muitas vezes no top de vendas e conquistando o coração dos fãs espanhóis. Influenciados por nomes como Joaquín Sabina, Eric Clapton, Bacilos e Red Hot Chili Peppers, os Morat oferecem-nos um som verdadeiramente contagiante e universal.

Em 2018 editaram “Balas perdidas”, o segundo disco de originais da banda, um registo que inclui temas como “Besos en Guerra” (com Juanes), “Cuando Nadie Ve” ou “No Se Va”, e em 2021 chegou o terceiro álbum “¿A Dónde Vamos?”, com temas como “Bajo La Mesa” ou “Enamórate de Alguien Más”. Para ouvir e sentir ao vivo pelo público português no concerto previsto no cartaz MEO Sudoeste 2022. Os Morat atuam no dia 3 de agosto, no Palco MEO

Giulia B no meo sudoeste

Giulia BE representa o Rio de Janeiro na Zambujeira do Mar

Giulia Be é uma artista multi-instrumentista, nascida no Rio de Janeiro e com pouco mais de 2 anos de carreira profissional. Além de cantar e compor em três línguas (português, inglês e espanhol), a cantora toca piano e violão. Com apenas 22 anos, já foi indicada para um Grammy Latino e é uma das artistas com mais ouvintes mensais no Spotify, acumulando mais de 1 bilhão de streams nas plataformas digitais e no YouTube.

Esse sucesso não fica apenas pelo Brasil e já alcançou o top de vendas de outros países, nomeadamente Portugal, com números verdadeiramente impressionantes. Com uma voz muito marcante, cheia de personalidade e ao mesmo tempo leveza, a artista é mais do que apenas uma cantora em processo de ascensão, ela é a maior revelação da pop brasileira dos últimos dois anos, graças ao enorme sucesso de singles como “Menina Solta”, “Se Essa Vida Fosse um Filme”, “Inesquecível”, entre outros.

Em maio de 2020 lançou o primeiro EP da carreira, “Solta”, que já ultrapassou a marca de 500 milhões de streams nas plataformas digitais e recebeu o certificado de platina no país. Outro grande sucesso foi o single “Se Essa Vida Fosse um Filme”, que conta com mais de 65 milhões de streams nas plataformas e mais de 45 milhões de visualizações no YouTube. “LOKKO”, “Pessoa Certa Hora Errada” e “Show” são mais alguns bons exemplos de como Giulia não se cansa de surpreender.

E este é apenas o início de uma história dentro da música que a artista vem construindo ao longo dos últimos anos. Sempre atenta às novidades do universo musical, Giulia promete muito trabalho para os próximos anos, sempre testando os seus próprios limites. Os inúmeros fãs portugueses poderão ver e ouvir os frutos desse trabalho de Giulia Be na sua estreia em Portugal, na próxima edição do MEO Sudoeste, no dia 4 de agosto, no Palco MEO.

Masego no cartaz meo sudoeste

Masego representa a Jamaica no cartaz Meo Sudoeste 2022

Com sangue jamaicano e nome sul-africano, que quer dizer bênção, Masego é, de facto, uma bomba de cultura e de criatividade. A sua música é uma espécie de “TrapHouseJazz”, assim mesmo, tudo junto, com o próprio a define, e tem como influências nomes como Pharell, Michael Jackson, Jamie Foxx, John P. Kee, Andre 3000 ou Cab Calloway.

Apesar de se sentir muito à vontade quando busca inspiração noutras décadas, Masego é um artista do seu tempo e, como tal, começou por dar nas vistas no Youtube e no Souncloud, combinando os melhores beats com o som do seu saxofone, e uma voz cheia de alma. E o resultado destas primeiras experiências nas plataformas digitais foi o EP “The Pink Polo”, que contou com a preciosa colaboração do produtor texano Medasin e que acabaria por resultar numa turné que levou a música de Masego um pouco a todo o mundo.

O disco de estreia, “Lady Lady”, viu a luz do dia em 2018 e concentrava-se na figura da mulher e de todos os seus encantos. Este registo confirmou as melhores expectativas em relação a Masego, revelando um artista sofisticado, eclético e munido de uma série de recursos que o colocam na linha da frente.

Mais recentemente, Masego ofereceu-nos mais um álbum, inspirado nas suas viagens e memórias, marcando uma fase de crescimento, tanto artístico como pessoal. “Studying Abroad” saiu em 2020 e revela um artista capaz de conduzir o público por uma viagem musical inesquecível, cheia de jazz e de charme, graças a canções como “Silver Tongue Devil” e “Mystery Lady” (ambas com milhões de visualizações no YouTube). Depois do sucesso do concerto no Coliseu de Lisboa, o público português volta a ser convidado a embarcar nesta viagem proposta por Masego, dia 5 de agosto no próximo MEO Sudoeste.

concerto de morad em portugal

Morad atua dia 4 no palco MEO

Morad é um dos maiores fenómenos musicais da atualidade, primeiro em Espanha e depois em todo o mundo. Em tempos em que os algoritmos ditam regras e em que o marketing está em todo o lado, o triunfo deste jovem prova que o talento ainda é quem mais ordena. Não há truques de marketing que expliquem o sucesso deste jovem do município espanhol de Hospitalet de Llobregat.

A causa do seu sucesso é ter coisas para dizer na forma de canções capazes de chegar a milhões de pessoas, como provam os números impressionantes de temas como “Motorola”, “Normal” ou “Yo No Voy”, verdadeiros hinos editados em 2020. E no ano seguinte continuou a conquistar milhões de fãs em todo o mundo, graças a singles como “Cómo están?”, “Soñar” e “Cuando Ella Sale”, e a colaborações com nomes como Ozuna, Eladio Carrión, Capo Plaza, Baby Gang, Lacrim, Rim’K, Naps e Jul.

Do rap mais clássico ao trap, Morad move-se com à vontade por uma série de influências que são convocadas para uma música que combina com a vida urbana de milhares de jovens em todo o mundo. Há, no entanto, um critério no qual assenta toda a sua produção musical: a verdade. E essa é a ideia que fica depois de ouvirmos temas mais recentes como “Pelele”, mais um sucesso estrondoso no YouTube e nas plataformas de streaming. O sucesso mede-se pelos números, mas também pela forma como a música de Morad toca o íntimo de cada um que se encontra com ela: algo que também acontecerá ao vivo, em mais um MEO Sudoeste. O rapper preenche o segundo dia do cartaz MEO Sudoeste.

Shouse dão mais força à eletrónica

Os Shouse são um duo de música eletrónica que testa os limites do próprio género. Tudo começou quando Ed Service saiu da Nova Zelândia, de onde é natural, para explorar a cena da música de dança em Melbourne, Austrália. Aí conheceu Jack Madin e, desse encontro, nasceu a ideia de formar um duo underground dedicado ao acid house e aos territórios adjacentes – assim nasciam os Shouse.

As coisas foram ficando mais sérias e os primeiros singles apareceram como provas de um projeto que estava destinado a ir além da cena underground australiana: “Whisper” e “Support Structure”, com Mohini e Maia da banda Habits, “Without You”, com Rachel, “Text Apology”, com Martha, foram os singles que abriram caminho para o EP de estreia deste duo. “Openshouse 3” foi lançado em 2017 e antecipava algumas das ideias que Ed e Jack viriam a explorar nos anos seguintes.

No mesmo ano, editaram aquele que é o maior sucesso da banda, o incontornável “Love Tonight”, e em dezembro de 2018 ofereceram aos fãs mais um conjunto de ideias novas em “Into It”, o segundo disco do duo. Como acontece com todas as músicas com potencial para se tornarem clássicos, também “Love Tonight” ganha força a cada ano que passa e, na era da pandemia, esta música também se tornou um hino para muitas pessoas em todo o mundo: uma declaração de amor em tempos de isolamento, uma demonstração de solidariedade, um grito de força coletiva. E esse grito poderá ser dado em uníssono com o público português, graças cartaz MEO Sudoeste deste ano.

Steve aoki no cartaz meo sudoeste 2022

Steve Aoki dá força à música eletrónica no cartaz Meo Sudoeste 2022

Steven Hiroyuki Aoki, ou simplesmente Steve Aoki para o mundo da música, nasceu em Miami e cresceu na Califórnia. Descendente de japoneses (o pai era ex-wrestler), Aoki sempre esteve interessado em estudar, apesar da paixão pela música, e acabou mesmo por completar duas licenciaturas, uma em Estudos Feministas e outra em Sociologia.

A época da faculdade foi mesmo o terreno fértil para as suas primeiras composições. Com apenas 20 anos, Aoki já tinha a sua própria editora, a Dim Mark, inspirada pelo ídolo Bruce Lee. A editora chegou a lançar a música de nomes como Bloc Party, The Kills, Klaxons, entre muitos outros. Em 2007 saiu a primeira compilação do seu trabalho: “Pillowface & His Airplane Chronicles”. Este registo revelava um DJ preparado para conquistar o mundo, o que viria mesmo a acontecer. Em 2009 conseguiu alcançar um enorme sucesso graças ao remix de “Forever”, um tema de Drake.

Correu países como os EUA, Canadá, China ou Japão, com uma postura em palco difícil de esquecer (até com acrobacias), o que também viria a ser umas das suas imagens de marca. Enquanto DJ, já recriou temas de Michael Jackson, The Killers, Lenny Kravitz, entre muitos outros grandes nomes. O primeiro disco chegou no início de 2012, conquistou o público e a crítica, e foi nomeado para um Grammy. Steve Aoki não parou e, em 2014, editou “Neon Future I”, o seu segundo disco. Isso significou mais convidados de luxo como Fall Out Boy, will.i.am ou Waka Flocka Flame.

Com uma criatividade e uma ética de trabalho invejáveis, os anos seguintes foram feitos de mais lançamentos, concertos esgotados e muitas colaborações. O ano de 2018 não foi exceção, com o lançamento de “Neon Future III”. Já o capítulo seguinte, “Neon Future IV”, chegou em abril de 2020, com as participações de Icona Pop, Desiigner, Monsta X, Sting, Backstreet Boys, Maluma, Travis Barker, will.i.am, Matthew Koma, Alan Walker e Zooey Deschanel. Temas mais recentes como “Mambo” (com Willy William) ou “Used to Be” (com Kiiara e Wiz Khalifa) mostram um Steve Aoki em grande forma, o que faz crescer ainda mais as expectativas para o concerto no MEO Sudoeste, dia 5 de agosto, no Palco MEO.

CKAY no festival sudoeste

Ckay, da Nigéria para a Zambujeira

Nascido Chukwuka Ekweani, o músico nigeriano adotou o nome de CKay para assinar a música que tem dado ao mundo. Com 26 anos estreou-se com o EP “CKay the First”, editado em 2019. “Way” e “Love Nwantiti” serviram de avanço para este registo e alimentaram as expectativas do público e da crítica para um futuro que só viria a confirmar um talento que tem dado os melhores frutos nestes últimos anos.

CKay encontra nas novas plataformas como o Instagram ou o TikTok meios ideiais para chegar a milhões de ouvintes, um pouco por todo o mundo. Em fevereiro de 2021 regressou aos lançamentos discográficos com “Boyfriend”, um registo que conta com as participações de nomes como Amaarae, Bianca Costa, Oxlade e KiDi. Temas como “Felony” e “Skoin Skoin” são provas da efervescência criativa do músico nigeriano que continuou a fazer de 2021 o ano da sua definitiva afirmação enquanto artista.Temas como “Love Nwantiti (Ah Ah Ah)” (com Joeboy e Kuami Eugene), “Kiss Me Like You Miss Me” (com Payal Dev) e “By Your Side” (featuring Blxckie) são algumas das pistas deixadas para o primeiro longa duração de CKay…

É certo que o público pode esperar mais deste irresistível afrobeat com toques de emo, pop e um ambiente psicadélico muito particular. E este é um som que certamente fará as delícias do público presente na próxima edição do MEO Sudoeste. O músico nigeriano atua no quarto dia do Cartaz MEO Sudoeste, no Palco MEO.

Melim no cartaz meo sudoeste

Presença de Melim no cartaz do festival é uma promessa de “good vibes”

Quando se vê os irmãos Melim a tocarem, imagina-se que eles cresceram a fazer música juntos. Essa é uma impressão errada, no entanto. Diogo e Rodrigo, que são gémeos, e Gabi juntaram-se há relativamente pouco tempo, mas a química foi tão evidente que o sucesso era algo inevitável. Com uma mistura de reggae, pop, MPB e influências internacionais, o estilo “good vibe” e o vocal harmonioso do trio conquistou rapidamente uma legião de fãs. E esse número promete continuar a aumentar, como tem acontecido até aqui.

Depois de lançarem um belíssimo EP no final de 2017, a banda Melim atacou o ano de 2018 com um álbum homónimo recheado de temas para guardar na memória. Após o sucesso desse primeiro disco, gravaram “Eu Feat. Você”, que foi nomeado para os Grammy latinos de 2020 na categoria de “Melhor Álbum de Língua Portuguesa”.

No início de 2021 lançaram a segunda parte do projeto “Amores e Flores”, com as faixas “Possessiva”, “Amores E Flores” e “O Bem” (releitura do sucesso do cantor e compositor Arlindo Cruz). Ainda no mesmo ano, a banda editou “Deixa Vir do Coração”. Este é um registo com 13 faixas em homenagem a Djavan, um dos grandes nomes da música brasileira. E a canção “Outono” conta precisamente com a participação do músico brasileiro, num momento verdadeiramente tocante. Os Melim já têm muitos outros projetos no horizonte e também um concerto que marca o reencontro com o público português, no dia 5 de agosto, no Palco MEO do MEO Sudoeste.

MEO Sudoeste, junta-te à Tribo!

Todos os nomes confirmados no cartaz MEO Sudoeste 2022

3 de agosto

Palco MEO – ProfJam, Pedro Sampaio, MORAT, Lewis Capaldi

Palco LG Mega Hits – Kappa Jotta, Domingues, Ana Lua Caiano, Eurico

4 de agosto

Palco MEO – Major Lazer, Timmy Trumpet, Giulia BE, Morad

Palco LG Mega Hits – Tay, Rafaell Dior, Pt Slowmo

5 de agosto

Palco MEO – Deejay Telio, Calema, Masego, Steve Aoki

Palco LG Mega Hits – Soraia Ramos, Jão, Estraca, Melim

6 de agosto

Palco MEO – CKAY

7 de agosto

Palco MEO – Bispo, Shouse

Palco LG Mega Hits – Ivandro, Sippinpurp, Aragão, Os Intencionais

Perguntas Frequentes

Quanto custam os bilhetes para o MEO Sudoeste?


Preço dos Bilhetes

Passe Geral – 110€
Bilhete Diário – 50€

Sabe tudo sobre o festival MEO Sudoeste em presspoint.pt.

Onde posso comprar os bilhetes para o MEO Sudoeste 2021?

meo.pt, Blueticket , Call Center informações e reservas 1820 (24 horas), ABEP, Bilheteiras da Altice Arena, rede Pagaqui, FNAC e em Só são válidos os bilhetes adquiridos nos locais oficiais de venda: 
meoblueticket.pt – Call Center Informações e reservas 1820 (24 horas), ABEP, Bilheteiras da Altice Arena, rede Pagaqui, FNAC e em bilheteira.fnac.pt, Worten, ACP, El Corte Inglês, Turismo de Lisboa.

No estrangeiro: 
Festicket 
Seetickets 
Masqueticket (Espanha) 

Pacotes de Alojamento e Serviços:
Festicket

Sabe tudo sobre o festival MEO Susoesnte em presspoint.pt.

Contacto com a Imprensa:
Maria João Serra |  Promoção
Música no Coração
Rua Viriato, 25, 2º Esq, 1050-234 Lisboa
Tel: 351 21 010 57 00 Fax: 21 315 65 55

[email protected]

FONTEMEO Sudoeste
Artigo anteriorDor neuropática ou crónica: descoberta abre caminho a terapias mais eficazes de controlo
Próximo artigoCursos de Verão da Católica no Porto: Inscrições para a Teen Academy estão abertas
Envie-nos o seu press release através do nosso formulário de submissão e potencie a visibilidade da sua marca, empresa, ideia ou projeto. Se tiver dúvidas sobre a elaboração de uma nota à comunicação social, leia o nosso artigo "Como Fazer um Press Release".