alpinistas industriais

Passando muitas vezes despercebidos, os alpinistas industriais levam a cabo tarefas que sustentam o estilo de vida a que estamos habituados. Seja na manutenção do nosso prédio ou escritório, seja na manutenção de uma fábrica ou torre eólica, são estes profissionais que garantem a manutenção de equipamentos essenciais, quando tudo o resto falha.

A verdade, que poderá constituir uma boa notícia tanto profissionais como para entidades contratantes, é que o Portal dos Andaimes, em parceria com Daniel Reis, técnico e formador especializado em acesso por cordas, passou a disponibilizar conteúdo informativo e algumas curiosidades sobre esta área. O que é, que tipo de formação é necessária, ou o que são linhas de vida, são algumas das questões que se pretendem respondidas nesse espaço digital, sobre as quais levantamos agora, um pouco, a ponta do véu.

O que é o alpinismo industrial?

O alpinismo industrial, ou, de uma outra forma (e até talvez mais correta), acesso por cordas, é uma forma de trabalhos em altura que se baseia em técnicas que permitem aceder a locais de muito difícil aproximação.

VEJA TAMBÉM: Empresas de aluguer e montagem de andaimes já têm uma bolsa de trabalhos da especialidade

Quando não resta alternativa, por questões técnicas, temporais ou orçamentais, os alpinistas industriais – técnicos altamente especializados e com uma boa dose de coragem – entram em cena com as suas cordas e dispositivos específicos, para chegar a determinados pontos e realizarem intervenções que, muitas vezes, requerem a combinação de outras competências e especialidades.

Os alpinistas industriais são técnicos altamente especializados que trabalham com o risco

Ao contrário daquilo que se verifica com os andaimes, que garantem uma plataforma de trabalho para o pintor ou o soldador, os alpinistas industrias têm de, eles mesmos, depois de garantir um acesso seguro através de cordas, realizar a intervenção. Estas podem ser de limpeza, manutenção, soldadura, inspeção, pintura, entre muitas outras especialidades.

Não é de admirar por isso que, havendo necessidade de cruzar várias competências técnicas com os altos riscos associados à atividade, esta seja uma especialidade considerada cara pelas entidades contratantes.

VEJA TAMBÉM: Portugal já tem um espaço digital dedicado exclusivamente ao andaime

A verdade é que a formação adequada ao exercício do alpinismo industrial é cara e exigente, mas fundamental. E se a isso adicionarmos o investimento de uma formação em soldadura, o valor e o tempo necessários para que um bom profissional se forme cresce significativamente, tal como o risco. Estar suspenso numa corda é diferente de estar suspenso numa corda a soldar ou de rebarbadora na mão. Não é para todos, e o sangue frio será mesmo um requisito fundamental

Estes homens, cujo quotidiano anda de mãos dada com o perigo, desempenham um papel pouco visível mas crucial, tanto no mundo que vivemos, como no mundo que queremos. A sua arte garante, por exemplo, que a manutenção das torres eólicas, produtoras da energia limpa que todos queremos, não compromete a viabilidade dessa solução. Neste caso específico, os alpinistas industriais conseguem resolver os problemas que os andaimes, as plataformas elevatórias ou outras alternativas, não conseguem.

Quando os virmos, que nos lembremos, fazendo uma analogia, que da mesma forma que as arranhas têm o seu papel no ecossistema, estes homens trabalharam muito para estarem lá cima a garantir que o mundo avança.

Para mais informações:

Portal dos Andaimes – [email protected]

FONTEPortal dos Andaimes
Artigo anteriorVindimas: Monção e Melgaço mantêm a uva mais cara do País na campanha de 2020
Próximo artigoCasa Velha da Quinta do Lago faz-se acompanhar por Henri Giraud Champagne
Envie-nos o seu press release através do nosso formulário de submissão e potencie a visibilidade da sua marca, empresa, ideia ou projeto. Se tiver dúvidas sobre a elaboração de uma nota à comunicação social, leia o nosso artigo "Como Fazer um Press Release".

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor introduza o seu comentário
Por favor introduza o seu nome