sensor inteligente
Sensor inteligente QStamp consegue medir variáveis externas tais como temperatura, luz, humidade e força/pressão

Há apenas três anos, a Mater Dynamics, localizada no Porto, formou-se para concretizar o QStamp, um sensor inteligente autocolante. Produzido em substrato flexível (que parece uma etiqueta), consegue, de forma passiva, sem recurso a bateria, medir variáveis externas tais como temperatura, luz, humidade e força/pressão. A sua aplicação permite ser facilmente utilizada em qualquer embalagem ou material ajudando, por exemplo, retalhistas alimentares, consumidores e gerentes de restaurantes a gerir melhor os seus consumíveis.

Um ano depois da criação, a Mater Dynamics conquistava o Prémio PT Inovação (antecessor do atual AIIA – Altice International Innovation Awards) e a distinção Born from Knowledge (BfK) – esta última uma iniciativa da Agência Nacional de Inovação (ANI). Desde então, já recebeu cerca de 10 prémios internacionais de inovação na Europa e na Ásia e as etiquetas QStamp são hoje comercializadas em países como Portugal, Espanha e Reino Unido.

Inicialmente muito focado no setor do retalho alimentar, o QStamp tem vindo a ser testado em diversos setores.

Sensor inteligente usado também em modelos preditivos em equipamentos industriais

“Atualmente, o nosso produto está a ser usado na monitorização de ativos em espaços aberto e/ou fechado e em modelos preditivos em equipamentos industriais”, adianta Tiago Cunha Reis, fundador e CEO da Mater Dynamics.

O responsável avança ainda que, “em termos e operacionalidade, as novas versões do sensor inteligente QStamp permitem usar frequências desde 13.56 MHz até 2.4 GHz, querendo isto dizer que um simples telemóvel pode operar diretamente” uma etiqueta. É, aliás, a versatilidade dos valores monitorizados, combinada com a flexibilidade para diferentes protocolos wireless, que permite à Mater Dynamics ser reconhecida como uma empresa inovadora em soluções end-to-end.

Um dos fatores que contribuiu para o reconhecimento da empresa foi a atribuição, em 2017, do Prémio PT Inovação e da distinção BfK (nem sempre coincidem, mas, nesse ano, sim). “Após a sua atribuição, a marca e o sensor inteligente alcançaram a maturidade nos mercados nacional e internacional. Em 2018, arrancámos com os primeiros pilotos internacionais e consolidámos comercialmente alguns clientes em Portugal. No mesmo ano, completámos a otimização do processo de fabrico industrial” do sensor inteligente autocolante, conta Tiago Cunha Reis.

Grande crescimento em 2019, pelo menos 35% para 2020

A Mater Dynamics conta já com mais de 80.000 unidades vendidas, 62,5% das quais este ano. Para o próximo ano, mesmo sendo conservador, o CEO aponta para um crescimento de 35%.

Refira-se que, desde 2017, a ANI já premiou 24 projetos e empresas em concursos e prémios de inovação nacionais através do Born from Knowledge, que distingue um dos projetos finalistas que integre inovação de base científica e tecnológica.

No âmbito da parceria com a Altice Labs, entidade promotora do AIIA – Altice International Innovation Awards, a Agência anunciará na cerimónia final de entrega dos AIIA, a realizar a 13 de novembro, no Capitólio (Lisboa), o vencedor BfK– AIIA deste ano.

Na sua 3ª edição, o AIIA pretende promover e reconhecer o empreendedorismo e o talento tecnológico em Portugal e França. O 1º lugar da categoria Startups será reconhecido com um prémio monetário de €50.000 e a possibilidade de concretização de um piloto (prova de conceito) com o Grupo Altice, com a duração mínima de seis meses. O melhor projeto entre os finalistas de mestrado ou doutoramento, na categoria Academia, será valorizado com um prémio monetário no valor de €25.000. Já o vencedor Born from Knowledge, escolhido entre os finalistas portugueses, irá receber €5.000.




Para mais informações e confirmações de presenças, contactar:
MARLENE SILVA – PURE
TM. 910 520 325 | [email protected] | Skype: marlenesilva.pure

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor introduza o seu comentário
Por favor introduza o seu nome