cientistas de dados
Cientistas de dados concorrerão por prémios globais no valor de 15 mil euros

Estão abertas as inscrições para o World Data League (WDL), um evento global que vai juntar, durante mais de dois meses, cientistas de dados de todo o mundo com o intuito de encontrar soluções para os Objetivos do Milénio.

O WDL é um projeto sem fins lucrativos, desenvolvido em parceria com o NOVA Cidade – Urban Analytics Lab, da NOVA Information Management School (NOVA IMS) e apoiado pela ScaleUp Porto.

Esta edição será dedicada ao Objetivo 11 das Nações Unidas: Cidades e Comunidades Sustentáveis. As equipas (de cientistas de dados) serão confrontadas com desafios específicos e terão acesso a bases de dados reais – de autarquias, empresas e organizações – para desenvolverem soluções.

Ao longo dos últimos anos, muitas entidades governamentais, empresas ou ONG têm recolhido uma imensidão de dados, e sabemos que esses dados podem ser a chave para resolver muitos problemas sociais. Acreditamos que nem todos estes problemas possam, ou devam, ser resolvidos por empresas, e daí criarmos o World Data League – uma competição internacional que junta as melhores mentes em ciência de dados e inteligência artificial para a resolução de problemas de impacto social. Esta edição irá focar-se no tema “data-driven cities” e, no final, será criado um relatório público com todos os insights da competição”, explica Rui Mendes, co-fundador do World Data League.

Cientistas de dados concorrerão por prémios globais no valor de 15 mil euros

A propósito deste evento global que juntará cientistas de dados de todo o mundo, Miguel Neto, Subdiretor da NOVA IMS e Coordenador do NOVA Cidade, refere: “A gestão de informação e a ciência dos dados são hoje inquestionavelmente vitais para desenvolver políticas públicas data-driven. Políticas capazes de responder de forma efetiva e eficiente aos grandes desafios societais que enfrentamos, como a recuperação da pandemia, a emergência climática e a descarbonização. Colaborativamente, neste World Data League, iremos tirar partido do melhor conhecimento disponível para responder às necessidades das pessoas com recurso à ciência dos dados e à inteligência artificial.”

LEIA TAMBÉM: Pandemia: ciência de dados e inteligência artificial combatem a COVID-19

A competição decorrerá por fases. A primeira etapa terá a duração de dois meses, de 1 de abril a 31 de maio. Os 10 finalistas serão anunciados entre 1 e 30 de junho. Entre 15 e 17 de julho terá lugar o evento final, de três dias, no qual todos os finalistas concorrem para resolver um único problema.

Serão selecionadas um máximo de 50 equipas de cientistas de dados, 80% das quais internacionais. O valor pecuniário dos prémios é de 15.000 euros – 13.500 distribuídos entre os três vencedores e 1.500 distribuídos ao longo da competição. As inscrições decorrem até 15 de março em www.worlddataleague.com .

Informações adicionais:

Marta Marques Silva

First Five Consulting

Tel.:  210322500

[email protected]

FONTENOVA Information Management School
Artigo anteriorMC Gra homenageia a força feminina e lança o videoclipe “Vacinada”
Próximo artigoInteração molecular: estudo ajuda a perceber mecanismos chave no nosso organismo
Envie-nos o seu press release através do nosso formulário de submissão e potencie a visibilidade da sua marca, empresa, ideia ou projeto. Se tiver dúvidas sobre a elaboração de uma nota à comunicação social, leia o nosso artigo "Como Fazer um Press Release".