protect our future too

A iniciativa ‘ Protect Our Future Toot Our Future Too vai contar com quatro episódios, sobre quatro temas diferentes em torno do conceito ‘Uma Só Saúde’: parasitas externos, leishmaniose, parasitas internos e medidas de proteção para as zoonoses, durante os quais será discutida a ligação entre a saúde animal e a saúde humana e de que forma o meio ambiente pode influenciar esta relação.

O primeiro episódio desta série de podcasts, fica disponível a 21 de julho e vai abordar a temática dos parasitas externos, mais concretamente pulgas, carraças e da variedade de doenças que se podem transmitir aos animais de companhia, mas também aos seus tutores. Este primeiro debate pretende desmistificar o preconceito de uma maior probabilidade de contaminação associado aos meios rurais, mas também alertar para a importância da desparasitação externa dos animais.

Qual a época alta para os parasitas? Com que frequência os animais de companhia devem ser desparasitados? Que patologias podem ser transmitidas aos humanos? Qual a gravidade destas doenças?, estas são algumas das questões que os especialistas vão tentar responder na estreia dos podcasts da campanha europeia ‘Protect Our Future Too’.

LEIA TAMBÉM: Sabe como acabar com as pulgas do seu animal de estimação? A Pmarché ajuda-o

Para falar de saúde animal e partilhar a sua visão contamos com a Dr.ª Patrícia Branco, Médica Veterinária e Vice-Presidente da Associação Portuguesa de Médicos Veterinários Especialistas em Animais de Companhia (APMVEAC). Para o debate temos também o Dr. André Tomé, Médico de Família e representante da Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar (APMGF) e o Dr. Ricardo Reis dos Santos, Biólogo e Investigador do Instituto de Saúde Ambiental da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa para falar sobre a relação entre o bem-estar animal e humano e o ambiente.

Os especialistas reconhecem que os animais, as pessoas e o ambiente fazem parte de um sistema fortemente interligado e que questões como as zoonoses e as doenças infeciosas estão interrelacionadas com a procura pela saúde e o bem-estar global.

Neste sentido, os debates pretendem envolver os especialistas em Medicina Veterinária, Medicina Humana e Investigação na área ambiental em torno de uma discussão que tem como finalidade a proteção de tutores e animais de companhia contra o impacto da alteração das estações do ano e o aumento das temperaturas, e consciencializar a população para uma prevenção ativa.

Sobre Protect Our Future Too

A campanha “Protect Our Future Too” (#protectourfuturetoo) pretende sensibilizar a população para o impacto que a alteração das estações do ano tem sobre os animais de companhia e a relação entre animais de companhia e tutores. Como parte vital da sociedade, a MSD Animal Health acredita que é importante tomar medidas para proteger também o futuro dos animais de companhia. Esta iniciativa procura ajudar os Médicos Veterinários a educar e informar os tutores, a fim de criar uma consciência coletiva sobre a forma como podem ajudar a proteger os animais de companhia, ao longo de todo o ano.

LEIA TAMBÉM: Nematodicida: resíduos do fruto da nogueira combatem parasitas de plantas

Para mais informações

JOAO OLIVEIRA

[email protected]

+351 927 703 266

FONTEMSD animal health
Artigo anteriorMelhor Azeite da Região Demarcada do Douro é produzido na Quinta da Pacheca
Próximo artigoEixo Cultural A25 está a chegar
Envie-nos o seu press release através do nosso formulário de submissão e potencie a visibilidade da sua marca, empresa, ideia ou projeto. Se tiver dúvidas sobre a elaboração de uma nota à comunicação social, leia o nosso artigo "Como Fazer um Press Release".