26.º Porto Cancer Meeting: conhecer o ambiente do tumor para o tratar melhor

«The Cancer Ecosystem: From Research to Pathology and Treatment» é o tema do XXVI Porto Cancer Meeting (PCM), que decorrerá de 2 e 3 de maio próximos, sob organização do i3S e do Ipatimup. O encontro reúne investigadores e oncologistas de renome internacional, assim como a indústria farmacêutica, para debater sobre as interações entre as células tumorais e o seu ambiente, em prol de tratamentos mais eficazes.

0
130
Porto Cancer Meeting
Christian Blank, Paul O’Toole e Erwin Wagner são alguns dos especialistas de renome que participam no Porto Cancer Meeting

O Instituto de Investigação e Inovação em Saúde (i3S) e o Instituto de Patologia e Imunologia Molecular (Ipatimup), da Universidade do Porto, realizam de 2 a 3 de maio o XXVI Porto Cancer Meeting (PCM), este ano subordinado ao tema «The Cancer Ecosystem: From Research to Pathology and Treatment».

O principal objetivo desta edição do PCM é reunir investigadores e oncologistas de renome internacional, assim como a indústria farmacêutica, com o intuito de promover a discussão e o debate sobre as interações entre as células tumorais e o seu ambiente, um fator cada vez mais importante para adequar as terapias aos diferentes tumores.

O estudo do ecossistema tumoral, explicam André Albergaria e Jorge Lima, da Comissão científica do PCM, «é alvo de um enorme interesse por parte da comunidade científica e médica, uma vez que tem vindo a ser demonstrado o seu impacto significativo quer no desenvolvimento tumoral, quer na modulação da resposta ao tratamento, em particular à imunoterapia».

Porto Cancer Meeting com clínicos especializados de renome internacional

Céu Figueiredo, que também integra a Comissão Científica do PCM, explica que «o sucesso de várias terapias oncológicas depende do ecossistema onde o tumor se desenvolve. Assim, a caracterização do perfil do microambiente tumoral, bem como do microbioma de cada doente, poderá maximizar a sua resposta a determinados fármacos oncológicos».

À semelhança de outros anos, o Porto Cancer Meeting irá contar com a presença não só de investigadores em oncobiologia, mas também de clínicos especializados de renome internacional, dos quais se destacam Christian Blank, pelo seu papel nos primeiros ensaios de imunoterapia em cancro, Paul O’Toole, pelo seu reconhecido trabalho na caracterização das relações entre o microbioma e o cancro colorretal e, finalmente, Erwin Wagner, pelo seu importante contributo científico relacionado com a inflamação crónica em patologias do sistema imunitário e do cancro.

Sendo um dos encontros de investigação em cancro de maior projeção do país, o Porto Cancer Meeting pretende integrar diferentes e atuais perspetivas sobre o tema do Ecossistema Tumoral, bem com estimular sinergias entre a academia, a clínica e a indústria.

Contacto com a Imprensa:
Luísa Melo
Communication Unit
Instituto de Investigação e Inovação em Saúde, Universidade do Porto
Rua Alfredo Allen, 208 | 4200-135 Porto, Portugal
Floor 0 | Room Com02
Telf: +351 220 408 800 Ext. 6208 | E-mail: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor introduza o seu comentário
Por favor introduza o seu nome