obras em casa

A pandemia alterou fortemente as decisões dos portugueses no que diz respeito a obras em casa e aos que consideram ser prioritários – esta é a principal conclusão resultante da análise dos cerca de 100.350 pedidos de orçamento geridos pela plataforma digital de construção Habitissimo em 2020.

Áreas de lazer e para atividade física figuram entre as grandes motivações para fazer obras em casa

Face ao top-10 de serviços mais solicitados em 2019, o ano passado destacou o desempenho de áreas novas, como a Construção de Área de Lazer/Desportiva, a Construção de Garagem, o Controlo de Pragas, a Segurança Contra Incêndio e a Serralharia, categorias que cresceram, em média, mais de 400%, confirmando o alinhamento da resposta da plataforma com as necessidades reforçadas pela pandemia.

Na segunda metade dos dez serviços mais procurados em 2020, relacionados com obras em casa, constam serviços pré-existentes no Habitissimo, como a Construção de Piscina, a instalação de sistemas de Domótica e Automatismos, as intervenções em Telhados, os trabalhos com Topógrafos e com Engenheiros, num crescimento médio verificado de 230%. Das 47 categorias de serviços disponíveis, a Limpeza foi a 11ª mais solicitada em 2020, com um incremento de 188,3% face a 2019.

Leia também: Maioria dos portugueses tenciona fazer obras em casa após período de confinamento

Ainda do lado da procura, mas em termos regionais, Portalegre (+143,17%), Bragança (+105,92%), Castelo Branco (97,16%), Viana do Castelo (96,77%) e Santarém (93,02%) foram os cinco distritos que mais procuraram as vantagens da plataforma especializada em construção.

Já do lado dos profissionais, o investimento na solução digital para compra de contactos cresceu 38,08% no ano passado, um indicativo da procura de fontes alternativas de trabalho e da digitalização dos serviços como forma de atenuar o abrandamento da atividade.

Para Ariel Quintana, Country Manager do Habitissimo em Portugal, “se dúvidas persistissem sobre a transformação digital em curso no país, o aumento de pedidos em mais de 61% que verificámos no ano passado mostra que as pessoas, num setor eminentemente tradicional como o da construção, veem nas respostas online e nos serviços on demand a solução para as suas necessidades”.

Leia também: Portugal já tem um espaço digital dedicado exclusivamente ao andaime

Ainda em resposta às mudanças trazidas pelo COVID-19, o Habitissimo anuncia a criação de novas categorias de serviços dentro do green building e facilidades adicionais nas formas de pagamento dos profissionais interessados em destacar os seus perfis na plataforma.

Para mais informações

Ana Pedro – The Square
T: 917 137 828 | E: [email protected]