uso excessivo do telemovel
Uso excessivo do telemóvel: redes sociais e aplicações de entretenimento são especialmente propensas a incentivar a dependência nos utilizadores

Um estudo recente conduzido pela (NOVA IMS) revelou dados preocupantes sobre o uso excessivo do telemóvel em Portugal. Mais de 45% dos inquiridos afirmam passar mais de três horas por dia nos seus dispositivos móveis em atividades não relacionadas com o trabalho.

O trabalho, fundamentado num questionário online destinado a pessoas maiores de 18 anos, procurou desvendar os padrões de utilização dos telemóveis no país. Os resultados não só revelam um consumo intensivo destes dispositivos, mas também uma tendência alarmante para a dependência.

Destaca-se que um em cada cinco portugueses está em risco de desenvolver uma dependência do telemóvel, sendo esta proporção mais acentuada entre os jovens de 18 a 34 anos, onde se verifica um risco de 38%.

Neste estudo sobre o uso excessivo do telemóvel foi identificado que as redes sociais e aplicações de entretenimento são especialmente propensas a incentivar a dependência nos utilizadores, com uma maioria superior a 70% dos inquiridos a admitir um uso considerável destas plataformas. Tal facto sugere uma forte ligação entre a utilização destas aplicações e o aumento do risco de dependência dos telemóveis.

Uso excessivo do telemóvel: resultados sublinham a importância de desenvolver estratégias saudáveis

“O nosso estudo indicia que a relação de dependência dos portugueses face aos seus dispositivos móveis seja mais forte do que o inicialmente previsto”, afirma Diego Costa Pinto, Professor Associado da NOVA IMS e Subdiretor para a área de Investigação. Que acrescenta: “A elevada frequência de uso e o significativo risco de dependência, especialmente entre os mais novos, alerta para a necessidade de promover uma utilização mais consciente e equilibrada da tecnologia.”

Resultados deste estudo sobre o uso excessivo do telemóvel sublinham a importância de desenvolver estratégias que incentivem um uso mais saudável dos dispositivos móveis, para mitigar os riscos de dependência e promover um equilíbrio entre a vida digital e real.

Sobre a NOVA IMS:

A NOVA Information Management School (NOVA IMS) é a escola de Gestão de Informação e Ciência de Dados da Universidade Nova de Lisboa. Dedica-se à conversão de dados em valor, sob o mote “Data with Purpose”, através de um vasto conjunto de atividades de ensino, investigação e projetos com empresas ou em parceria com outras instituições. A qualidade da sua formação é reconhecida globalmente, através de diferentes acreditações, nacionais e internacionais, e posições de destaque alcançadas em vários domínios, nomeadamente no ranking Eduniversal (sete dos seus mestrados e pós-graduações reconhecidos entre os melhores do mundo nas respetivas áreas). A NOVA IMS possui mais de 30 anos de experiência acumulada no tratamento e análise de dados, que agora coloca ao serviço da transformação digital e dos ambientes de “Big Data” em que vivemos, nomeadamente através de um amplo conjunto de laboratórios (NOVA ANALYTICS LABS powered by NOVA IMS). Conta hoje com mais de 3.700 alunos, provenientes de 100 países diferentes, e elevados níveis de internacionalização em todas as atividades que desenvolve a partir de Lisboa para o mundo.

Gabinete de Imprensa:

João Tomásio

[email protected]

937 416 28

FONTENOVA Information Management School
Artigo anteriorFundo do mar traz tecnologia de ponta e especialistas internacionais à ilha da Madeira
Próximo artigoTaxa de cesarianas: estudo com liderança portuguesa propõe nova explicação para números elevados na China
Press Release
Envie-nos o seu press release através do nosso formulário de submissão e potencie a visibilidade da sua marca, empresa, ideia ou projeto. Se tiver dúvidas sobre a elaboração de uma nota à comunicação social, leia o nosso artigo "Como Fazer um Press Release".

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor introduza o seu comentário
Por favor introduza o seu nome