the plastic hike

Andreas Noe, biólogo molecular, está em Portugal há mais de dois anos. Conhecido como “TheTrashTraveler”, o alemão tem uma missão pela frente: percorrer 832 quilómetros, atravessando em 60 dias toda a costa marítima portuguesa, com o objetivo de consciencializar os moradores para o impacto do plástico e do desperdício nos ecossistemas. A viagem do projeto “The Plastic Hike” começou no dia 15 de agosto e é já esta quinta-feira que o SEA LIFE Porto se junta à iniciativa.

“The Plastic Hike” e Sea Life Porto transformam lixo em arte

A apoiar o projeto “The Plastic Hike”, o aquário portuense organizou, juntamente com o “TheTrashTraveler” uma limpeza de praia, pelas 18h30, no Castelo do Queijo. Os voluntários serão identificados com um colete fornecido pelo SEA LIFE Porto, salvaguardando que todas as regras de segurança e distanciamento social sejam cumpridas. O lixo recolhido desta limpeza de praia será armazenado pela instituição. Posteriormente, será transformado em Arte e exposto para todos os visitantes do espaço.

Veja também: Microplásticos nos oceanos: poluição já chegou à Antártida e aos pinguins

Uma parte do documentário que está a ser filmado por Andreas Noe será gravado no SEA LIFE Porto, com entrevistas aos biólogos, que abordarão a importância do cuidado com as espécies marinhas, nomeadamente no que diz respeito à quantidade de plástico presente nos oceanos e de que forma é que a vida aquática é afetada por esta questão.

Em 2019, o biólogo molecular recolheu 690kg de lixo.

Para mais informações

Inês Soares

t. +351 22 618 04 51 | m. + 351 91 028 01 54 | [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor introduza o seu comentário
Por favor introduza o seu nome