Reabilitação urbana: crescimento elevado a abrandar

Nível de atividade aumenta 22,3% e carteira de encomendas cresce 34,2% .

290
reabilitacao urbana
Nos últimos meses, as taxas mantêm-se elevadas na reabilitação urbana

O Inquérito mensal à Reabilitação Urbana realizado pela AICCOPN – Associação dos Industriais da Construção Civil e Obras Públicas aos empresários do setor da construção que atuam neste mercado, relativo ao mês de fevereiro, revela que o índice que mede o nível de atividade das empresas registou uma variação homóloga de +22,3% (+27,2% em janeiro) e uma redução de 1,8% face ao mês anterior.

Estes dados traduzem um ligeiro abrandamento, mas evidenciam as elevadas taxas de crescimento apuradas nos últimos meses.

Também no que concerne à evolução da opinião dos empresários quanto à carteira de encomendas, no domínio da reabilitação urbana, observa-se, em fevereiro, um aumento menor que o observado no mês anterior, com o respetivo índice a crescer 34,2% em termos homólogos (+40% no mês anterior) e a cair 0,7% face ao mês anterior.

A produção contratada em meses, ou seja o tempo assegurado de laboração a um ritmo normal de produção, fixou-se em 8,7 meses, o que, apesar de representar uma queda face ao mês anterior, traduz uma subida de 9,8% face ao observado no mesmo mês do ano anterior.

Informações adicionais:
AICCOPN
Rua Álvares Cabral, 306 – PORTO
Telefone: +351 223 402 200 – [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor introduza o seu comentário
Por favor introduza o seu nome