Onicomicose? Locetar EF incentiva-a a ter orgulho em mostrar os pés

Com o calor, já sabe bem usar umas sandálias abertas e frescas. Porém, os fungos das unhas podem causar desconforto. Se procura um tratamento cómodo e fácil, que ao mesmo tempo lhe permita a utilização daquele verniz cosmético que tanto quer usar, a solução para si vem agora num novo formato de 5 ml...

onicomicose
Onicomicose: a prática de alguns desportos, o uso de calçado inadequado e de traumas repetidos nas unhas são alguns dos fatores de risco

Com a chegada do calor, é natural que queira mostrar os seus pés, e devia ter orgulho em fazê-lo! Com o Locetar EF pode tratar de forma eficaz a onicomicose, evitando assim a evolução da doença e complicações. Além disso, 10 minutos após aplicar o tratamento com LocetarEF pode pintar as unhas com o seu verniz cosmético preferido. O novo formato de 5 mililitros é adequado caso tenha mais do que uma unha infetada por onicomicose.

A prática de alguns desportos, uso de calçado inadequado (calçado apertado, oclusivo, que não permite a transpiração do pé, retendo o suor) e de traumas repetidos nas unhas ao longo dos anos, são alguns dos fatores de risco para a onicomicose.

A verdade é que, embora seja uma infeção causada por fungos que afeta também as unhas das mãos, é mais comum vê-la nas unhas dos pés, devido ao seu crescimento mais lento e ao facto de estarem mais expostas a traumatismos (por exemplo, com o pé a bater no sapato) e aos organismos que causam esta infeção (o ambiente quente e húmido dos sapatos favorece o desenvolvimento de fungos).

Esta condição não tem apenas consequências negativas para a saúde de quem a sofre, já que também afeta a qualidade de vida, tanto pelo incómodo que gera como pelo seu efeito visualmente desagradável – as manifestações mais comuns são a alteração da cor (branca, amarela, castanha) e aumento da espessura (as unhas ficam mais grossas). No entanto, o aspeto das unhas afetadas por onicomicose pode variar.

Onicomicose tratada em três simples passos:

Com o Locetar EF é possível tratar a onicomicose através de três simples passos que só precisam de ser realizados uma a duas vezes por semana*:

  1. Limar suavemente a área afetada da unha usando uma das limas descartáveis fornecidas, para reduzir a sua espessura e a quantidade de fungos e melhorar a penetração do produto.
  2. Limpar a superfície da unha usando uma das compressas fornecidas nas saquetas ou pedaço de algodão embebido em álcool.
  3. Tratar com o verniz Locetar EF, aplicando-o em toda a superfície da unha infetada, com ajuda da espátula agarrada à tampa (aplicador) e fechar bem o frasco imediatamente após a aplicação. Deixar secar durante pelo menos 10 minutos. Depois pode pintar as unhas com o seu verniz cosmético favorito para unhas bonitas desde o 1º dia!

O tratamento deve ser continuado sem interrupções até ao crescimento completo de unha saudável e cura das áreas afetadas. A duração do tratamento depende essencialmente da intensidade, da localização da infeção e da capacidade de crescimento das unhas. Na generalidade, traduz-se por seis meses para as unhas das mãos e nove a 12 meses para as unhas dos pés.

A onicomicose requer um tratamento eficaz e atempado e por isso deve procurar o aconselhamento junto do seu médico ou farmacêutico.

* Normalmente, uma aplicação por semana é suficiente.

Sobre o Locetar EF:

Locetar EF 50 mg/ml verniz para as unhas medicamentoso. Com amorolfina. Para tratamento de infeções das unhas provocadas por fungos, em adultos. Aplique uma vez por semana nas unhas afetadas. Após a aplicação de Locetar EF, aguarde pelo menos 10 minutos antes da aplicação de qualquer verniz cosmético à base de nitrocelulose (por favor, verifique a lista de ingredientes; a maioria dos vernizes cosméticos contém nitrocelulose). Antes de repetir a aplicação de Locetar EF, deve remover cuidadosamente o verniz cosmético. Continue o tratamento sem interrupções até crescimento completo de uma unha saudável. Se não houver melhoria após 3 meses de tratamento, consulte o seu médico. Medicamento não sujeito a receita médica de dispensa exclusiva em farmácia. Leia com atenção o folheto informativo. Em caso de dúvida ou persistência dos sintomas, consulte o médico ou farmacêutico.

Para mais informações:

EDC

Andreia Ramos / João Trigo

[email protected] / [email protected] 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor introduza o seu comentário
Por favor introduza o seu nome