o que é outbound marketing

Dentro do Marketing Digital, o Outbound Marketing é uma das principais estratégias das empresas atualmente. Isso porque conquistar novos clientes é fundamental para qualquer tipo de negócio, uma vez que são eles que geram lucros.

Essa conquista, conhecida como prospecção, é um assunto central em todas as organizações, pois trata-se de um ponto critico, garante da receita, bem como, da atividade da empresa no mercado.

A estratégia adotada pela equipa de marketing é o que vai definir todo o caminho pelo qual o lead vai passar durante sua jornada de compra, ou seja, desde o seu primeiro contato com a empresa até à consumação da compra.

Para conquistar novos clientes, existem duas estratégias que vamos falar aqui, sendo elas: o Inbound Marketing e o Outbound Marketing.

O inbound está em alta, mas o outbound traz resultados mais rapidamente, o que tem atraído a atenção de empresas de diferentes setores. Porém, é importante compreendê-lo bem para que se possa chegar a um bom resultado.

Por isso, neste artigo, vamos falar sobre o que é outbound marketing, como funciona, a diferença entre ele e o inbound, além dos benefícios deste tipo de estratégia.

O que é Outbound Marketing?

Outbound Marketing é uma estratégia que prospecta clientes ativamente. Basta identificar o perfil dos potenciais clientes e planear a abordagem.

Por outras palavras, é quando uma empresa, como uma escola que ofereça um curso técnico em eletrotécnica EAD, aborda potenciais clientes que tenham o perfil ideal.

Isso é definido através de um conjunto de parâmetros relacionados com as características do cliente, em relação à solução oferecida.

Leia também: “Como gerar tráfego para o meu site” é uma questão incontornável quando significa visitas qualificadas

Essa estratégia é comumente usada por empresas B2B, que possuem um ticket médio alto e um ciclo de vendas longo. O relacionamento, nesse caso, é um diferencial, bem como entender as demandas da lead.

Este tipo de negócio trabalha com outbound de maneira diferenciada, como patrocínio de eventos, anúncios on-line e ads em diversos meios. Essas ações também são consideradas outbound porque interrompem alguma experiência do potencial cliente, para que ele saiba que a marca existe.

Também é bastante usado por empresas B2C, que possuem um ticket médio baixo e um ciclo de vendas curto. Para elas, o foco é elencar o maior número de leads possível, fazendo com que elas se lembrem da marca na hora de comprar.

Uma empresa de gestão de resíduos, por exemplo, pode investir em puplicidade na TV e na rádio, criar banners para a internet, mais especificamente, em sites de grande tráfego, além de investir em retargeting.

Diferença entre Inbound e Outbound Marketing

Existem muitas explicações que buscam diferenciar Inbound de Outbound. Podemos dizer que o inbound capta as leads aos poucos, enquanto o outbound consegue angariar um número maior de potenciais clientes rapidamente.

É como se ele fosse um íman, ou seja, podemos dizer que parece que a empresa usa um emgafone para chamar a atenção. Por outras palavras, enquanto o inbound é mais passivo, o outbound é mais ativo.

Através do inbound, ou marketing de atração, como também é conhecido, uma fabricante de etiquetas em rolo personalizadas cria mecanismos que atraem clientes. No outbound, por sua vez, a estratégia vai identificar quem tem potencial para ser seu cliente.

No entanto, é importante saber que essa prospecção ativa nem sempre está relacionada com algumas práticas que as pessoas não gostam muito, como o telemarketing. Isso porque é possível investir em outras ações, como:

  • – Outdoors;
  • – Banners em site;
  • – Propagandas de TV e rádio;
  • – Propagandas no YouTube;
  • – Facebook Ads;
  • – Google Ads.

Portanto, o outbound é parte da rotina das pessoas de muitas maneiras, sendo um importante investimento para qualquer tipo de negócio, como uma empresa de instalação de sistema de incêndio.

Depois de entender a diferença entre esses dois tipos de prospecção de clientes, chegou o momento de saber como aplicá-los. No caso do Inbound Marketing, existem muitas estratégias que podem ser usadas, por exemplo, o Marketing de Conteúdo.

Esta tipo de ação tem como objetivo a criação de materiais ricos e relevantes, que esclareçam todas as dúvidas do público-alvo, além de oferecer soluções verdadeiras para ele.

Esses conteúdos melhoram o reconhecimento da marca e também a transformam em autoridade naquilo que faz. Com isso, ela consegue conquistar a confiança do seu público e atraí-lo para perto.

Os conteúdos podem ser veiculados em diferentes canais, como sites, blogs, redes sociais e até e-mail; além de poderem ser feitos em diversos formatos, como texto, áudio, vídeo, infográfico etc.

Leia também: Marketing de conteúdo, o que é e como se aplica?

No que diz respeito ao outbound, este também pode ser aplicado de muitas formas, como na criação de anúncios que são veiculados nas redes sociais.

Uma empresa de fabricação de stands pode fazer esses anúncios por meio do Facebook Ads. Mas também pode ir além, investindo em ações off-lines, como propagandas na TV e no rádio.

Nós sabemos que essas ações são mais caras do que as veiculadas na internet, no entanto, quando uma empresa investe em outbound de meios como a TV e a rádio, ela conquista a confiança da audiência mais rapidamente, impactando mais pessoas.

Benefícios do outbound marketing para os negócios

Agora que já se entendeu quais são as diferenças entre Inbound Marketing e Outbound Marketing, bem como, de que maneiras eles podem ser usados, há que falar um pouco sobre as vantagens do outbound para os negócios, que são:

ROI mais rápido

Tanto o inbound quanto o SEO são estratégias orgânicas que precisam de mais tempo para gerar resultado, ao contrário do outbound que já começa a fazer efeito assim que a empresa o coloca em ação.

Enquanto aquelas outras ações surtem efeito a médio e longo prazo, o outbound atrai leads de forma mais imediata, considerando o ciclo de vendas do negócio. É isso o que torna o ROI (Retorno Sobre Investimentos) mais rápido.

Fácil de medir e monitorizar

Se, por exemplo, as empresas terceirizadas de recepção SP trabalham bem a análise de dados de seus processos, algumas ideias ficam mais claras, como sazonalidade, comportamento do cliente e discurso ideal.

Baseando-se nessas informações, torna-se mais fácil atingir bons níveis de conversão, o que permite direcionar melhor as estratégias.

Pelo fato desta estratégia trazer resultados em menos tempo, a empresa consegue uma amostra para análise também num prazo mais curto. Isso facilita a tomada de decisões baseadas em dados qualitativos e quantitativos.

Facilidade para encontrar profissionais

O mercado de vendas é muito antigo, estando presente na vida das pessoas desde sempre, por isso, é muito fácil encontrar vendedores. 

Ainda assim, a inteligência comercial não é uma área muito explorada, pois trata-se de um processo que surgiu há pouco tempo. Ou seja, todas as outras estratégias e funções são bem conhecidas para as pessoas que atuam nesse segmento.

Velocidade para validar premissas

Através do outbound marketing, se as empresas de gerenciamento de obras entrarem em contato com mil leads num mês, conseguem compreender se o seu discurso, personas e comunicação estão corretos.

Ou seja, é uma amostragem suficiente, enquanto o processo do inbound ainda está em amadurecimento, para realmente trazer resultados dentro de 6 meses a 1 ano.

Desta forma, mesmo que um negócio invista mais em prospecção passiva, existe uma necessidade de ir ao mercado ativamente para economizar recursos, como tempo e esforço.

Isso porque é uma perda de tempo, além de ser muito trabalhoso, ter que alterar o posicionamento da empresa, independentemente de seu segmento.

Assertividade do contato

Atavés do outbound marketing, uma consultora de importação escolhe com quem ela quer falar. Isso colabora para a personalização do contato em vendas, o que aumenta a conversão final, pois o cliente está conversando com outra pessoa.

Num cenário de vendas complexas, como acontece com as empresas B2B, o outbound é um excelente investimento. Isso acontece porque os clientes estão mais sujeitos a concretizar uma compra com processo realizado de maneira consultiva.

Para isso, é necessário que o vendedor se posicione como um especialista no seu mercado de atuação, tendo plena ciência das dores e objetivos do prospect, usando-os como seu recurso, como acontece com um representante de outbound.

Para terminar, hoje em dia, muito se fala das estratégias orgânicas para trabalhar o marketing digital das organizações. De facto, essas ações são importantes e não devem ser descartadas, uma vez que são benéficas tanto para o público quanto para os negócios.

Só que elas levam tempo, e as algumas marcas não podem esperar muito para obter lucro. Quando elas investem em outbound, acabam por ganhar tempo até que suas ações em inbound consigam fazer efeito.

Além de beneficiar os negócios, aumentando o lucro, as estratégias de outbound também beneficiam o público, uma vez que passa a ter conhecimento mais rápido sobre determinados produtos e marcas, solucionando alguns problemas.

Para mais informações:

Jayane Miranda | Guia de Investimento | [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor introduza o seu comentário
Por favor introduza o seu nome