melhores destinos em portugal
Depois do Porto, Aveiro, Lisboa e Faro surgem na partilha do pódio de melhores destinos em Portugal para 2024

“Afinal, quais são os seus maiores planos de viagem para o ano de 2024?”. No seu mais recente levantamento, essa foi uma das principais perguntas feitas pela Preply a centenas de portugueses de todo o País, que revelaram à plataforma de idiomas a resposta mais comum: visitar o distrito de Porto. Quatro em cada 10 entrevistados responderam assim. Aveiro, Lisboa e Faro surgem depois na partilha do pódio de melhores destinos em Portugal para 2024.

A escolha não aparece justificada apenas pela popularidade da região. Na opinião dos inquiridos, o Porto não é só o melhor anfitrião luso, mas aquele distrito onde os turistas encontram as melhores atrações, gastronomia e infraestrutura nacional, títulos dados pelos portugueses ao longo deste estudo. 

Para desvendar os planos de viagem da população para o ano que se inicia, a Preply, plataforma especialista no ensino de línguas, solicitou que pessoas de todas as partes do País partilhassem os locais que pretendem visitar ao longo dos próximos meses, dentro e fora de Portugal. Além de elegerem os melhores destinos em quatro categorias distintas, quem participou da pesquisa ainda pôde contar um pouco de seus desafios de viagem mais comuns, sobretudo no que se refere à comunicação durante passeios turísticos internacionais. 

As principais conclusões do inquérito sobre os melhores destinos em Portugal

Sete em cada 10 portugueses pretendem viajar em 2024 para se divertir e conhecer novas culturas.  Dentro do país, os destinos de sonho para o novo ano são Porto (37%), Aveiro (29%) e Lisboa (27,2%). Já internacionalmente, os países preferidos para uma viagem são a Itália (44%), Grécia (31,6%) e Estados Unidos (31,4%). E além do Porto, os distritos de Faro, Braga e Lisboa, os melhores destinos em Portugal, também foram reconhecidos como algumas das melhores atrações, acolhimento, gastronomia e acessibilidade de Portugal. Se comparados os diversos distritos portugueses, quando o assunto é conhecer ou visitar outros lugares, poucos parecem ser aqueles que têm um apelo tão grande quanto Porto.

À frente de destinos como Lisboa e Braga, a região, já eleita o “Melhor Destino de Cidade do Mundo” pela World Travel Awards há dois anos, revelou-se uma vez mais um desejo compartilhado por 37% dos entrevistados pela plataforma, pessoas que, pelo vistos, mal podem esperar para passear pelo centro histórico e visitar alguns de seus monumentos. 

Não é somente a cidade costeira aquela que certamente atrairá a atenção da população nos próximos doze meses. Afinal, como demonstram as respostas à Preply, o top 5 dos destinos mais buscados ainda englobam regiões como Aveiro (29%), além dos 27,2% interessados em passar um tempo em Lisboa, Faro e Braga

Quais os motivos?

A explicação, conforme indicam os entrevistados, parece decorrer da junção de quatro fatores que se complementam… e aqueles nos quais os destinos acima se sairiam mais do que bem: experiências gastronómicas, infraestrutura e acessibilidade, bons anfitriões e atrações diversas — requisitos levados em conta por viajantes praticamente em qualquer lugar do mundo. 

Cabe enfatizar que, embora o Porto tenha levado o título principal na maioria dos critérios em questão, o que comprova a força do distrito como um bom lugar para se ter em vista, outros dois também foram reconhecidos como alguns dos melhores destinos em Portugal em frentes distintas.

De acordo com os entrevistados, por exemplo, Lisboa (primeiro lugar em infraestrutura e acessibilidade) é a segunda região que melhor se garante em relação às atrações turísticas (60,6%) e gastronomia (28,4%), ao passo que Braga (25,6%) seria a segunda melhor anfitriã de Portugal.

Itália, Grécia e EUA lideram o ranking de países dos sonhos este ano 

À primeira vista, não é equívoco dizer que os dois países mais desejados pelos portugueses guardam muitas similaridades com o Porto: a forte tradição culinária, uma arquitetura encantadora e uma rica herança histórica e cultural, que se reflete nos seus muitos monumentos, museus e festivais.

Afinal, quando colocados lado a lado, talvez já não seja uma surpresa tão grande afirmar que a Itália (44%) e a Grécia (31,6%) são os países mais prediletos dos entrevistados pela Preply, que disseram gostar de visitá-los ainda em 2024. 

Trata-se, de certo modo, de países não apenas distantes como bastante diferentes daquele que foi o terceiro mais apontado como meta: os Estados Unidos (31,4%), um clássico, sobretudo entre quem sempre teve o sonho de visitar atrações como a Disney World, na Flórida, ou a Times Square, verdadeiro símbolo de Nova York.

Lidando com a barreira da língua, nos melhores destinos em Portugal e no mundo

Bem, mas se os portugueses pretendem visitar outros países, isso significa que eles provavelmente terão de interagir com estrangeiros, certo? Com isso em mente, enquanto uma plataforma de idiomas, uma das curiosidades desvendadas na pesquisa da Preply girou em torno de como a população de Portugal costuma ultrapassar a barreira linguistíca.

Mesmo no pressuposto de não se tratar de um problema de envergadura – dado que, numa escala de 0 (nenhum) a 10 (muito), os entrevistados pontuaram a própria preocupação com o assunto com nota 5 (ou médio) —, boa parte dos inquiridos reconheceu que sim, que nem todas as conversas com pessoas de fora são tão simples quanto parecem…

Diversas seriam as dificuldades mais comuns, aliás, englobando desde acompanhar o ritmo da fala (45%) e entender gírias específicas e expressões locais (44,6%) até superar o nervosismo e ansiedade (25,6%), dois dos grandes vilões na hora do “bate-papo”. 

Já quanto às formas de evitar a ansiedade, as respostas dos entrevistados ficaram assim escalonadas: praticar o inglês (62,8%), utilizar dicionários e apps de tradução (54,4%), consumir conteúdos linguísticos do destino antes da viagem (30,6%) e, claro, confiar na linguagem não verbal (24%), apostando nos olhares e gestos para se fazer entender.  

“Em primeiro lugar, é fundamental lembrar que os falantes nativos, normalmente, admiram e respeitam as tentativas de falar a sua língua, muitas vezes respondendo positivamente e oferecendo incentivo”, comenta Sylvia Johnson, líder de Metodologia da Preply. “Adotar uma mentalidade de curiosidade e mente aberta, em vez de medo, pode transformar qualquer ansiedade que você possa ter como falante não nativo em uma sensação de aventura e oportunidade de praticar suas habilidades no idioma.” 

Metodologia do inquérito sobre os melhores destinos em Portugal:

Entre 11 e 12 de janeiro, 500 portugueses conectados à internet foram entrevistados com o intuito de compreender um pouco mais sobre suas viagens dos sonhos em 2024, bem como a comunicação durante uma viagem internacional.

Para isso, os internautas responderam a 10 diferentes questões, cada qual envolvendo uma dimensão do assunto — dos destinos favoritos dentro e fora de Portugal aos problemas enfrentados ao longo de um bate-papo em outro idioma. A organização das respostas possibilitou a criação de diferentes rankings, onde é possível conferir o percentual de cada alternativa apontada pelos entrevistados. 

Sobre a Preply:

A Preply é uma plataforma online de aprendizagem de idiomas que conecta professores a centenas de milhares de alunos em 180 países em todo o mundo. Atualmente, mais de 40.000 tutores ensinam mais de 50 idiomas, impulsionados por um algoritmo de aprendizado de máquina que recomenda os melhores professores para cada aluno. Fundada nos Estados Unidos, em 2012, por três fundadores ucranianos, Kirill Bigai, Serge Lukyanov e Dmytro Voloshyn, a Preply cresceu de uma equipe de três pessoas para uma empresa com mais de 600 funcionários de 62 nacionalidades diferentes, com escritórios em Barcelona, Nova York e Kiev. 

Gabinete de Imprensa:

Helvio Caldeira
Assessor de Imprensa
(31) 99590-4242
FONTEPreply
Artigo anteriorCrise na habitação: 36% dos portugueses mudaram de casa nos últimos 5 anos
Próximo artigoEFFICAZX revoluciona os setores Energético, Financeiro e de Saúde com nova solução de Inteligência Artificial
Press Release
Envie-nos o seu press release através do nosso formulário de submissão e potencie a visibilidade da sua marca, empresa, ideia ou projeto. Se tiver dúvidas sobre a elaboração de uma nota à comunicação social, leia o nosso artigo "Como Fazer um Press Release".

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor introduza o seu comentário
Por favor introduza o seu nome