Três fotógrafos e uma videógrafa juntaram-se para erguer a Kiosk Zine. Os alicerces foram montados em Fevereiro de 2020 por Daniel Rodrigues, José Farinha, Paulo Pimenta e pela Inês Branco. E agora, já com a estrutura sólida e à prova de qualquer contratempo, inauguram a 6 de Outubro a obra acabada de um “espaço” que terá a porta aberta para outros fotógrafos – nacionais e internacionais.

O número zero da Kiosk Zine sai em dose tripla (em formato papel, como sempre será editada) e com a prata da casa a lançar o convite para que todos possam olhar o mundo através de três lentes distintas. Esta edição especial de inauguração reúne em três zines os trabalhos do fotógrafo distinguido pelo World Press Photo em 2013, Daniel Rodrigues, do fotojornalista do PÚBLICO, Paulo Pimenta, e do fotógrafo documental, José Farinha.

Para trocar as voltas à pandemia, o primeiro momento de lançamento da Kiosk Zine será online e está marcado para 6 de Outubro. Esta primeira fase marca a inauguração do website (www.kioskzine.com) e a disponibilização do número zero, em formato papel, para venda online. Mas pouco mais de uma semana depois, num segundo momento, os fundadores desta zine reúnem-se na Galeria MIRA FORUM, a 16 de Outubro, pelas 21h30, para a lançarem cara a cara com todos os interessados neste projecto que põe o trabalho de fotógrafos nacionais e internacionais em primeiro plano.

Número 0 da Kiosk Zine é triplamente especial…

Os fundadores da Kiosk Zine


Na Galeria MIRA FORUM, em Campanhã, a 16 de Outubro, também estará disponível para venda a primeira zine, que, na realidade, excepcionalmente, acabam por ser três. A edição zero é uma edição especial que consiste em três zines em formato papel, cada uma resultado do trabalho dos três fotógrafos:

Kioskzine 0.1 – “O Grande Hotel” – Fotografias de Daniel Rodrigues – trabalho sobre o Grande Hotel em Moçambique
Kioskzine 0.2 – “A hora de luz na prisão” – Fotografias de José Farinha – trabalho centrado na Palestina (Cisjordânia)
Kioskzine 0.3 – “Um beijo de saudade” – Fotografias de Paulo Pimenta – trabalho que tem como pano de fundo a sua irmã Luísa

LEIA TAMBÉM: Fotos em casa: sete (das melhores) dicas da Wiko

A edição zero custa 12 euros e inclui as três zines com oferta de um print, por zine, de 10x15cm, assinado por cada um dos autores. Para as vendas online acresce os portes de envio.

Sobre a publicação:

Kiosk Zine é uma publicação bimestral em papel formato A5, com tiragem limitada, criada exclusivamente para dar espaço privilegiado à fotografia, focada em documentar, contar e divulgar histórias. O objetivo da equipa que a concebeu é criar um documento visual que, além de promover a fotografia, funcione ao mesmo tempo como arquivo documental fotográfico. A Kiosk Zine procura ser acessível, directa e abrangente.

É uma publicação que não pretende ficar fechada num universo onde habitam apenas fotógrafos e amantes da imagem, mas sim chegar a todas as pessoas que, mesmo não estando familiarizados com o trabalho de alguns fotógrafos, possam interessar-se pelas histórias contadas nas nossas páginas.

A Kiosk Zine pretende trilhar um caminho fora da norma e da conformidade. Em primeiro plano estará sempre a vontade de documentar, questionar e abrir discussões através da fotografia.

A Kiosk Zine foi fundada por José Farinha, Paulo Pimenta, Daniel Rodrigues e Inês Branco, no Porto, Portugal, em Fevereiro de 2020.

Informações adicionais para órgãos de comunicação social:

José Farinha
e-mail: [email protected]

www.kioskzine.com


DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor introduza o seu comentário
Por favor introduza o seu nome