Comunidade Intermunicipal do Tâmega e Sousa entregou 11 ventiladores ao Centro Hospitalar da região

A doação de equipamento, levada a cabo pela Comunidade Intermunicipal do Tâmega e Sousa, resulta de um esforço conjunto e concertado.

Comunidade Intermunicipal do Tâmega e Sousa

Os 11 ventiladores adquiridos pelos municípios que integram a Comunidade Intermunicipal do Tâmega e Sousa (CIM do Tâmega e Sousa) – Amarante, Baião, Castelo de Paiva, Celorico de Basto, Cinfães, Felgueiras, Lousada, Marco de Canaveses, Paços de Ferreira, Penafiel e Resende –, e pela Câmara Municipal de Paredes foram entregues na tarde de hoje, dia 3, ao Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa.

Aquando da entrega, o Presidente do Conselho Intermunicipal da CIM do Tâmega e Sousa, Gonçalo Rocha, reconheceu que “este é um momento que exige uma responsabilidade maior de todos e nós estamos todos a corresponder com esta resposta importantíssima para a nossa comunidade e para o Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa”.

Doação feita pela Comunidade Intermunicipal do Tâmega e Sousa resulta de um esforço partilhado

Para Gonçalo Rocha, a cedência destes ventiladores é representativa do trabalho em rede que tem vindo a ser desenvolvido entre os municípios e entre estes e as autoridades de saúde da região, também expresso na aquisição conjunta de equipamentos de proteção individual, dois investimentos que totalizam um investimento de cerca de 700 mil euros.

A Diretora Clínica do Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa, Filipa Carneiro, agradeceu a pronta resposta da CIM do Tâmega e Sousa e da Câmara Municipal de Paredes ao apelo do Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa, sublinhando que os 11 ventiladores chegam “em tempo útil e numa altura em que se consegue controlar com segurança, quer para os profissionais de saúde, quer para os doentes, esta pandemia”.

Estes ventiladores vão permitir aumentar a capacidade de resposta da região do Tâmega e Sousa à pandemia originada pelo novo coronavírus, atendendo aos casos mais graves relacionados com insuficiência respiratória, enquanto patologia mais notória provocada pelo vírus. O Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa já garantiu as condições de operacionalidade destes ventiladores a curto prazo.

Para mais informações

Cláudia Costa | [email protected] | cimtamegaesousa.pt

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor introduza o seu comentário
Por favor introduza o seu nome