Centro para a Valorização de Resíduos

O CVRCentro para a Valorização de Resíduos irá beneficiar de novos equipamentos, aumentando a sua capacidade de investigação e laboratorial e conseguindo ir ao encontro das necessidades de associados e clientes.

No ano em que celebra 18 anos de vida, o CVR recebe um financiamento da União Europeia de mais de 500 mil euros. O objetivo principal do projeto denominado CVR.TechRe4C é reforçar a capacidade laboratorial e de investigação aplicada do CVR, dotando-o com equipamentos técnico-científicos tecnologicamente avançados e adaptando as suas infraestruturas.

Leia também: Investigadores da UC exploram o aproveitamento de resíduos florestais e agroalimentares no contexto de biorrefinaria

Com este investimento, o Centro para a Valorização de Resíduos ambiciona aumentar o número de serviços prestados e melhorar, ainda mais, a resposta das valências atualmente oferecidas. Estes investimentos assumem-se “fundamentais para capacitar a entidade nas seguintes áreas de atuação: tecnologias de valorização material, energética e biológica; ecoeficiência e sustentabilidade de recursos e materiais; digitalização e indústria 4.0 e economia circular”, segundo a entidade.

Ao reforçar estas áreas, o projeto CVR.TechRe4C fomenta a realização de investigação aplicada e desenvolvimento de ligações e sinergias entre empresas e instituições que desenvolvem atividades e culminam no desenvolvimento de produtos e serviços com importantes mais-valias para o mercado e ambiente. De igual modo, existirá uma afirmação e promoção da inovação regional, à escala nacional e internacional, bem como para a consolidação das atividades de investigação na região Norte de Portugal.

O CVR.TechRe4C é financiado pela União Europeia através do Portugal 2020 e no âmbito do Norte 2020. Do montante total elegível de 644.861,12€, 548.131,95€ são provenientes do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.

Sobre o CVR – Centro para a Valorização de Resíduos

O CVR – Centro para a Valorização de Resíduos, com 18 anos de existência, é um Centro de Interface Tecnológico localizado em Guimarães, no Campus da Universidade do Minho. Conta no seu edifício sede com 2000m2 de espaços laboratoriais e dedica-se à investigação, análise científica e aplicação de soluções reais na área da prevenção e valorização de resíduos. Com 85 associados maioritariamente da indústria, o CVR organiza bienalmente a conferência científica internacional “WASTES: Solutions, Treatments and Opportunities”, por onde passaram mais de 1200 participantes de 45 países nas suas 5 edições. Desde a sua génese, o CVR esteve envolvido em mais de 120 projetos de I&D aplicada, a que correspondeu um volume de financiamento de cerca de 5,2 milhões de euros.

Para mais informações

Jorge Correia | 253 510 020 | [email protected]