Nos últimos três anos, e seguindo a política de expansão definida pelos herdeiros em 2017, a centenária Confeitaria Moura manteve um crescimento sustentável, culminando 2019 como o melhor ano de sempre nos 128 anos de atividade, em todos os indicadores. Entrou em 2020, com uma expectativa de melhorar os resultados e, nos primeiros dois meses do ano, conseguiu crescimentos acima dos 40% face ao período homólogo. Março assegurava novamente mais um recorde, com o melhor trimestre da história da empresa, até que… surgiu a declaração do estado de emergência. O impacto foi grande com os shoppings encerrados e, consequentemente, três lojas fechadas, sendo foi necessário assegurar a procura intensa que existiu na loja-mãe.

E se antes era preciso rumar a Santo Tirso para nos deliciarmos com os jesuítas, limonetes, éclairs e “pivetes”, hoje, com o início da expansão do negócio, é, também, possível comprovar a sua qualidade e sabor em diferentes espaços da cidade do Porto, agora reabertos.

À pastelaria-mãe, situada em Santo Tirso, juntou-se uma pequena banca no Mercado do Bom Sucesso, em 2012. Mais recentemente, foi a vez da Baixa da “Cidade Invicta” ser presenteada com uma nova loja. E, direcionado para “um modelo de negócio diferente”, um novo espaço abriu portas ao público no conhecido Centro Comercial NorteShopping, em julho de 2019.

Confeitaria Moura apostou no digital e otimismo não falta…

A previsão é a de fechar o semestre com um acumulado de perda de 15% face ao histórico, por causa da situação pandémica, mas com otimismo que o tempo perdido no confinamento poderá ser minimizado.

A loja de Santo Tirso continua a ser a “estrela da companhia” e estão já planeadas ações que irão permitir virar este capítulo, com sucesso.

Após 128 anos, a Confeitaria Moura continua a crescer em volume de negócio. E ss perspetivas para o futuro são animadoras, mesmo com a situação atual.

Exemplo disso foi a campanha de Páscoa, com uma estratégia assente na comunicação digital e numa logística bem preparada, para chegar a onze municípios de Entre Douro e Minho. E continua a estar junto do mercado, tendo já reabertas três das suas unidades – Santo Tirso, Porto-Baixa e Bom Sucesso.

Sobre a Confeitaria e Pastelaria Moura:

A Pastelaria e Confeitaria Moura dedica-se ao fabrico esmerado de toda a qualidade de doces desde 26 de junho de 1892. Confeciona bolos para todas as ocasiões, que não são apenas deliciosos, mas, como há quem diga, “quase demasiado bonitos para serem comidos”.

Como todos os seus bolos são feitos artesanalmente e por encomenda, as lojas oferecem todos os tipos de formas e tamanhos, de acordo com as necessidades dos clientes.

A especialidade da Confeitaria Moura são os Jesuítas e os Limonetes. E a equipa de trabalho habituou-se a criar o desenho de qualquer bolo de acordo com os requisitos da encomenda. Bolos personalizados são, por isso, uma especialidade da casa. 

Os produtos que têm mais saída são, sem dúvida, os jesuítas (60%) – imagem de marca e “rosto” da loja. Mas também os limonetes, os éclairs, as Bolas de Pão-de-Ló (ou da Moura) Cobertas, as Fatias de Chocolate, as Trouxas, os “Pivetes” e os “Casadinhos”. Recentemente, a empresa criou uma equipa com formação especializada em cake design.

Todos os produtos são frescos, feitos no próprio dia, a partir das 05:00, podendo prolongar-se até às 17h30.

Informações adicionais:

Isabel Martins| 910944492 | [email protected]

Essência Completa

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor introduza o seu comentário
Por favor introduza o seu nome