oleo de grainha de uva
óleo de grainha de uva, um óleo fino, de rápida absorção na pele, que auxilia na hidratação do couro cabeludo

COSBE nasceu na vindima de 2020, pela mão de Silvana e João, que sempre estiveram ligados à produção de vinho, na tentativa de encontrar uma solução para aproveitamento dos subprodutos vinícolas, o desperdício de películas e grainhas. O primeiro produto, o COSBE champô sólido, é enriquecido com óleo de grainha de uva, um óleo incrivelmente benéfico para a pele e cabelos.

O resultado final espelha uma super formulação em formato sólido, elaborado a 100% por via de fontes de energias renováveis, sem uso de plástico, com materiais e ingredientes sustentáveis, de origem ética e formulação vegana.

Trata-se, segundo os criadores, de um «produto honesto», sem sulfatos, parabenos, silicones e sal, combinado com os «melhores ingredientes e a pensar no melhor para o nosso corpo e planeta».

A nova marca de champô sólido COSBE surge convicta que, agindo em prol do planeta, através de ações concretas, é possível contribuir para alterar comportamentos, dando o exemplo através de ações sustentáveis e responsáveis, promotoras da saúde e do equilíbrio ambiental.

Óleo de grainha de uva ajuda a regenerar o tecido cutâneo

Enriquecido com óleo de grainha de uva, um óleo fino, de rápida absorção na pele, que auxilia na hidratação do couro cabeludo, sem o deixar pesado nem oleoso, o COSBE atua na prevenção da queda de cabelo e evita que os fios se tornem quebradiços. Este ingrediente é um super antioxidante rico em vitamina E, que ajuda na que ajuda a regenerar o tecido cutâneo, revitalizando-o a nível terapêutico sendo eficaz no tratamento da dermatite seborreica (caspa).

LEIA TAMBÉM: Shampô sólido: há uma nova marca nacional a entrar na cabeça dos portugueses…

«O nosso champô sólido é vegan e não foi testado em animais, tem um pH (5.5) muito próximo do pH do nosso couro cabeludo para evitar inflamações e irritações», assegura a nova marca.

As vantagens aparecem também na hora de viajar, «como não é líquido não temos que o retirar da mala no controlo dos aeroportos e é ultraportátil, ocupa pouco espaço, assim como na distribuição a pegada de carbono também é maior».

Informações adicionais:

Silvana Bento

Email: [email protected]

FONTECosbe
Artigo anteriorApartamentos em Vila do Conde: Conceito VC55 é finalista do Prémio Nacional do Imobiliário
Próximo artigoEstudo avalia o impacto dos açúcares dos sumos de fruta na diabetes tipo2
Envie-nos o seu press release através do nosso formulário de submissão e potencie a visibilidade da sua marca, empresa, ideia ou projeto. Se tiver dúvidas sobre a elaboração de uma nota à comunicação social, leia o nosso artigo "Como Fazer um Press Release".