Como usar o slow motion num smarthone: 3 dicas infalíveis

O modo slow motion – ou câmara lenta – dá um encanto especial a qualquer vídeo, destacando os pormenores que à primeira vista passariam despercebidos e criando cenas mais intensas e dramáticas. Mas há que saber usá-lo. A empresa de smartphones WIKO mostra-te as suas vantagens e em que situações pode oferecer os melhores resultados.

como usar o slow motion num smartphone

Hoje em dia as câmaras dos smartphones fazem maravilhas, com todas as características e funcionalidades que já trazem embutidas. Uma das funcionalidades mais incríveis é o modo slow motion, ou câmara lenta, que conquistou utilizadores tanto amadores como profissionais aquando da gravação de um vídeo. Mas o facto de este modo estar disponível à distância de um clique, não quer dizer que deva ser usado em todos os casos. Assim, a WIKO deixa algumas dicas sobre quando e como usar o slow motion, para conseguir os melhores resultados.

Quando utilizar o modo slow motion?

O modo slow motion traz ótimos resultados em situações onde se queira evidenciar algum detalhe ou, como o nome do mesmo esclarece, colocar em câmara lenta alguma filmagem mais radical, por exemplo. É, por isso, aconselhado a utilizar em:

Desportos: todas as atividades relacionadas com a atividade física e que envolvam movimentos rápidos podem ser admiradas de uma forma mais lenta. Atividades como o skate, surf, slackline, bicicleta ou dança ficarão excecionais quando vistas através do modo slow motion.

Experiências e momentos de diversão: um simples mergulho, numa piscina, pode ficar diferente ao usar este modo. Oferece uma nova dinâmica a este tipo de movimentos mais banais e torna-os mais aliciantes.

Storytelling e dramatismo: se tens paciência e criatividade, e gostavas de fazer um pequeno vídeo a contar uma história, podes sempre colocar algumas das cenas em slow motion. Uma cena dramática, por exemplo, pode-se tornar muito mais poderosa em câmara lenta e com o filtro certo.

Sobre como usar o slow motion, há 3 regras de ouro

1. Ter atenção à luz

Uma vez que a velocidade do obturador da câmara está muito maior, menos luz vai atingir o sensor da câmara. Isso significa imagens mais escuras. A fim de garantir uma exposição mais adequada, garante-te de que a quantidade de luz é suficiente para a filmagem.

2. Garantir a estabilidade e focagem

Como todos os momentos serão exibidos em câmara lenta, o movimento em tempo real pode não ser óbvio quando a foto é mais lenta. Para filmagens mais curtas, nem sempre é necessário usar um suporte, porém se planeias fazer algo mais longo, é aconselhado garantir a estabilidade do smartphone.

3. Não descures o áudio

No momento de editares a tua filmagem, tem em mente que as imagens captadas em câmara lenta pelo smartphone são filmadas sem áudio. Por isso, tem à mão alguns sons que façam match com o momento, para assim conseguires um resultado ainda mais poderoso.

O bom de esta funcionalidade excelente estar disponível no teu smartphone é que a podes testar a qualquer momento. Faz todas as experiências que queiras e descobre como usar o slow motion com audio, o que funciona para ti e para o género de conteúdo que queres criar.

Sobre a WIKO

A WIKO, marca europeia dedicada exclusivamente ao desenvolvimento de telemóveis, nasce em Marselha, em 2011. Atualmente, conta já com 30 milhões de utilizadores e está presente em mais de 30 países. A WIKO ocupa o 4º lugar das marcas mais vendidas no mercado de telefonia livre na Europa Ocidental e encontra-se no TOP 5 do mercado móvel em países como França, Itália, Bélgica e Portugal. Impulsionada pelo sucesso alcançado no mercado Europeu, a WIKO está a expandir a sua presença nos mercados da Ásia, África e Médio Oriente. Em 2019, a marca chega ao continente americano e abre dois escritórios nos Estados Unidos da América.

A WIKOmobile Iberia, por sua vez, é a empresa responsável pelo desenvolvimento da marca WIKO em Espanha e Portugal. Desde agosto de 2013 que dedica os seus esforços a oferecer o melhor serviço e a mais recente tecnologia nestes mercados.

Para mais informações à imprensa, por favor, contactar:

Andreia Ramos | [email protected] | 936 101 395

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor introduza o seu comentário
Por favor introduza o seu nome