Início Destaques Eletrónica de Consumo e bens tecnológicos: mercado global diminuiu

Eletrónica de Consumo e bens tecnológicos: mercado global diminuiu

Estudo global da GfK Consumer Life aponta redução de 12% nas receitas e de 8% no total de unidades vendidas, nos primeiros seis meses do ano.

Eletrónica de consumo: modelos premium continuam a superar a média do mercado

O mercado global de Bens Tecnológicos de Consumo sofreu uma diminuição de 6,3%, em comparação com o primeiro semestre do ano passado. Tanto o mercado global deste segmento como o de Eletrónica de Consumo estão sob pressão e atravessam uma fase de declínio. A conclusão é do mais recente estudo global GfK Consumer Life, numa antecipação ao IFA, um dos principais eventos dedicado à Eletrónica do Consumo e Eletrodomésticos, que decorre de 1 a 5 de setembro, em Berlim.

O mercado global de Eletrónica de Consumo verificou uma redução de 12% nas receitas e de 8% no total de unidades vendidas, nos primeiros seis meses do ano. A nível mundial, a procura por Bens Tecnológicos registou uma desaceleração à medida que os mercados se foram ajustando ao ambiente macro, marcado por crises no custo de vida, por inventários excessivos dos fabricantes e pelos picos de vendas em anos anteriores que geraram elevada procura.

Para os resultados finais de 2023, a GfK prevê 3,4% no setor de Bens Tecnológicos de Consumo, devido à contínua saturação do mercado e ao abrandamento da procura. No entanto, o valor do mercado permanece acima dos níveis pré-pandémicos em 2019.

Eletrónica de consumo: crescimento dos preços abrandou

Comparativamente com o primeiro semestre de 2022, todos os subsegmentos dos Bens Tecnológicos de Consumo registaram decréscimos em 2023. Apenas as Tecnologias de Informação (TI) e os Pequenos Eletrodomésticos permaneceram acima dos valores pré-pandémicos, com fritadeiras, batedeiras ou outros pequenos eletrodomésticos a registar um crescimento apenas 1% abaixo do ano anterior; os Grandes Eletrodomésticos, como ares condicionados ou fornos, bem como a área das Telecomunicações, de que são exemplo os smartphones, a situar-se apenas 5% abaixo do valor de 2022; e as Tecnologias de Informação, como portáteis e equipamentos de hardware, assim como os bens de Eletrónica de Consumo (televisores ou colunas de som, por exemplo) a situarem-se 12 pontos percentuais abaixo dos valores de 2022.

O aumento dos preços médios em todas as áreas da vida consome o rendimento disponível dos consumidores, sendo esta uma das principais razões para o declínio da procura nos Bens Tecnológicos de Consumo. Neste setor, os preços médios dispararam desde o período pré-pandémico, tendo, em junho de 2023, atingido mais de 29% do valor do que em janeiro de 2020.

No entanto, e em comparação com o ano passado, o crescimento dos preços abrandou, para menos de 1% em maio de 2023, relativamente a maio de 2022.

Outra das características que têm marcado o mercado global de Bens Tecnológicos de Consumo este ano é a volatilidade da procura. Os consumidores estão a avaliar cuidadosamente as compras tornando-as estratégicas. De destacar que os produtos que revelaram um aumento da procura em relação ao ano anterior oferecem atributos de eficiência energética e sustentabilidade, de maior conveniência e flexibilidade, ou produtos premium a preços mais acessíveis.

Neste segmento, os Eletrodomésticos Inteligentes e Sustentáveis, que oferecem custos mais baixos ao consumidor e são mais eficientes do ponto de vista energético, tornam-se mais convenientes aos olhos de quem compra. Especialmente na Europa, onde o preço da energia mantém uma tendência ascendente, a eficiência energética passar a ser um dos critérios mais importantes para os consumidores quando compram grandes eletrodomésticos.

Por exemplo, o valor dos frigoríficos combinados e das máquinas de lavar loiça de livre instalação com rótulos A, B e C, tiveram um aumento de 77% e de 37%, respetivamente, no primeiro semestre de 2023. Também as fritadeiras de ar quente, que consomem menos energia e oferecem uma solução mais saudável, obtiveram um crescimento de mais 54%.

Modelos premium continuam a superar a média do mercado

Da mesma forma, os produtos que facilitam a vida dos consumidores, como os aspiradores robots, mantêm uma tendência positiva, com uma procura de mais 23%. Outro fator que influencia o mercado global em 2023, especialmente no setor das Tecnologias de Informação, é o desejo de flexibilidade dos consumidores, com cada vez mais pessoas a terem a opção de trabalhar remotamente. Este fator reflete-se no aumento da venda de teclados e ratos bluetooth em 15% e 10%, respetivamente.

Os modelos premium continuam a superar a média do mercado, especialmente no segmento da Eletrónica de Consumo. Embora a procura não seja tão forte quanto em 2022, as televisões premium continuam a ter um desempenho melhor do que a média do mercado. Modelos com mais de 75 polegadas cresceram 5% globalmente, enquanto que a média do mercado de televisões caiu 15% na primeira metade do ano 2023 quando comparado com o período homólogo.

Também as colunas de som seguem a mesma tendência, as receitas do mercado global registaram uma descida de 10% em comparação com o mesmo período do ano passado, enquanto as unidades premium continuam a crescer.

Eletrónica de Consumo: previsão dá como certos resultados negativos no final do ano

De um modo geral, a previsão é a de que o mercado global de Eletrónica de Consumo termine 2023 com resultados negativos justificados pela menor procura. No entanto, continuam a existir áreas específicas com oportunidades de crescimento, como é o caso dos produtos mais inovadores ou dos produtos direcionados ao consumidor premium.

Para o mercado global de Bens Tecnológicos de Consumo, o preço permanece como fator decisivo, mesmo que exista uma forte justificação, baseada na necessidade, para a compra. Os momentos promocionais ganham, assim, importância para impulsionar os volumes de vendas.

Neste sentido, fabricantes e retalhistas devem manter-se atentos à dinâmica das vendas, a fim de otimizar os níveis de stock e identificar os segmentos e artigos mais promissores para ações promocionais, bem como às tendências e a uma capacidade de reação rápida, de forma a conseguirem compensar a quebra na procura noutras linhas de produtos.

Sobre a GfK:

A GfK é a fonte fidedigna de informação relevante sobre mercados e consumidores que permite aos seus clientes tomar decisões mais inteligentes. Mais de 13 mil peritos em estudos de mercado combinam a sua paixão com a longa experiência de ciência dos dados da GfK. Isto permite à GfK criar informações globais vitais em conjunto com informação do mercado local de mais de 100 países. Utilizando tecnologias inovadoras e ciências de dados, a GfK transforma os grandes volumes de dados em informações inteligentes, que permitem aos seus clientes ganhar vantagem competitiva e enriquecer as experiências e as escolhas dos consumidores.

Informações adicionais para a Comunicação Social:

 Isabel Carriço | Maria Carreira

965 232 496 | 939 400 093

isabelcarrico@lpmcom.pt | mariacarreira@lpmcom.pt

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor introduza o seu comentário
Por favor introduza o seu nome

Exit mobile version