polizinadores em portugal
Novo projeto representa um avanço significativo no conhecimento sobre a taxonomia e distribuição dos polinizadores em Portugal

A Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra (FCTUC) é líder do projeto europeu “Aligning Reference Collections with tAxonomic Development Efforts for pollinator conservation in Portugal – ARCADE”, destinado a rever e a melhorar as coleções dos principais grupos de polinizadores em Portugal.

Sob a coordenação da docente e investigadora Sílvia Castro, e com o envolvimento dos investigadores Hugo Gaspar, Cristina Rufino, Ana Afonso e João Loureiro, do Centro de Ecologia Funcional (CFE) e do Departamento de Ciências da Vida (DCV), o projeto tem como objetivo indexar, rever e melhorar as principais coleções de referência de abelhas, moscas-das-flores e borboletas diurnas, em todo o país.

Atualmente, a informação sobre os insetos polinizadores em Portugal é limitada, e as maiores coleções públicas necessitam de ser indexadas e organizadas de forma a identificar lacunas no conhecimento sobre os principais insetos polinizadores. Portanto, o projeto ARCADE visa resolver este problema, «proporcionando uma base sólida de referência para futuras iniciativas relacionadas com a taxonomia, conservação e monitorização de polinizadores em território nacional», esclarece a coordenadora do projeto, Sílvia Castro.

O ARCADE integra um projeto europeu maior, o “TETTRIs”, e conta com três grandes metas que incluem a criação de uma base de dados acessível e atualizada a partir de diversas subcoleções de polinizadores em Portugal, a revisão e melhoria de três coleções públicas portuguesas para servirem como referência em projetos futuros, e o desenvolvimento de protocolos de boas práticas para a organização e preservação das coleções existentes e futuras.

Polinizadores em Portugal: projeto representa um avanço relevante

Hugo Gaspar, aluno de doutoramento da FCTUC, focado no estudo da taxonomia e distribuição das abelhas de Portugal continental, salienta que «é importante destacar que as três coleções a serem revistas e organizadas estão no Museu da Ciência da Universidade de Coimbra, no Museu Nacional de História Natural e da Ciência da Universidade de Lisboa e no Museu de História Natural e da Ciência da Universidade do Porto».

O jovem investigador acredita que o ARCADE «será essencial para a realização dos objetivos de projetos já em execução, como é o caso do PolinizAÇÃO, também coordenado pela UC, e para a rede polli.NET, na qual está inserido». Hugo Gaspar destaca ainda que este novo projeto «representa um avanço significativo no conhecimento sobre a taxonomia e distribuição dos polinizadores em Portugal, fornecendo acesso a coleções de referência de elevada qualidade e padronizadas em todo o país».

Para além do Museu da Ciência da Universidade de Coimbra, do Museu Nacional de História Natural e da Ciência da Universidade de Lisboa e do Museu de História Natural e da Ciência da Universidade do Porto, o projeto ARCADE reúne também o FLOWer Lab do CFE/FCTUC, o Centro de Ecologia, Evolução e Alterações Ambientais (cE3c) da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, o Centro de Conservação das Borboletas de Portugal (TAGIS), a Universidade dos Açores e a Universidade da Madeira, num trabalho colaborativo em prol dos polinizadores em Portugal. E não só.

Para mais informações sobre o projeto ARCADE consultar aqui.

Gabinete de Imprensa:

Sara Machado

Assessora de Imprensa 

Universidade de Coimbra • Faculdade de Ciências e Tecnologia

96 9728546

FONTEUniversidade de Coimbra • Faculdade de Ciências e Tecnologia
Artigo anteriorO mercado de apostas em Portugal: um panorama geral
Próximo artigoBaterias de fluxo de ferro: primeiras do mercado ibérico chegam a Portugal pela mão da Goldbreak
Press Release
Envie-nos o seu press release através do nosso formulário de submissão e potencie a visibilidade da sua marca, empresa, ideia ou projeto. Se tiver dúvidas sobre a elaboração de uma nota à comunicação social, leia o nosso artigo "Como Fazer um Press Release".

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor introduza o seu comentário
Por favor introduza o seu nome