A Câmara Municipal de Silves (CMS) está a desenvolver, desde maio deste ano, a campanha “Lixo Zero – Ambiente 100” e, nesse âmbito, implementará, durante o verão de 2019, diversas medidas de melhoria da eficiência energética do Complexo de Piscinas Municipais de Silves.

«O executivo tem a clara preocupação em sensibilizar as pessoas para a necessidade de reduzirmos a nossa pegada ecológica» explica a Presidente da CMS, Rosa Palma. «Nesse sentido, para além de apelarmos e sensibilizarmos no que toca à redução de resíduos, sobretudo os que são de maior longevidade e que contribuem fortemente para a poluição que hoje é visível no nosso planeta, como o plástico, temos em vista implementar nos nossos espaços medidas que permitam consumos mais baixos de energia e de água, bem como, de despesa, que poderá, deste modo, ser canalizada para outras ações em prol dos munícipes», complementa a edil silvense.

O aquecimento da água das piscinas municipais de Silves será feito com recurso a energia solar

Assim, serão várias as medidas a implementar, sendo uma das principais o uso da Energia Solar Térmica para aquecimento das águas dos tanques de aprendizagem. Esta energia tem diversas vantagens ecológicas quando comparada aos meios convencionais de produção, é renovável e tem como única fonte a radiação solar que é inesgotável. Além disso, é gratuita por ser um recurso abundante fornecido pela própria natureza. Será usada no aquecimento das águas das piscinas e das águas quentes sanitárias utilizadas nos banhos dos utentes.

O sistema solar térmico coletivo a implementar fornecerá cerca de 44% das necessidades atuais destas instalações, o que, em termos monetários poderá permitir uma redução anual da fatura energética até 30 mil euros. evitar-se-á a emissão de 49,45 Ton. de Dióxido de Carbono por ano.

Outras medidas a implementar:

  • A Instalação de Coberturas Isotérmicas nos planos de água das piscinas, para diminuição da evaporação da água existente nos tanques e redução das necessidades de renovação do ar através da ventilação mecânica que desumidifica o ar, resultando numa importante poupança de energia na ordem dos 10% a 40%;
  • A Substituição das lâmpadas florescentes por lâmpadas LED, nomeadamente de 86 luminárias e de 493 lâmpadas por LEDs, sendo expectável uma redução de consumo energético de 48.102 KWh/ano, e uma redução de Gases de Efeito de Estufa (GEE) de 22,3 Ton. Esta redução traduz-se numa poupança anual da fatura energética até 6.800,00€;
  • A Instalação de Torneiras Misturadoras Temporizadas nos duches, medida que irá contribuir para a redução do consumo de água e energia em aproximadamente 1.090000 litros/ano. Esta medida permite uma poupança anual de 5.016,45€.
  • A criação de uma Central de Produção de Energia Elétrica através de Conversão Fotovoltaica, ou seja, um sistema que utiliza células solares que captam a luz solar e depois a transformam em eletricidade para ser consumida no interior do complexo das piscinas. Com esta medida estima-se que o sistema fotovoltaico forneça cerca de 182.721KWh por ano e se reduzam os Gases de Efeito de Estufa (GEE) em 39,3 Ton por ano. A redução anual da fatura energética será até 19.055,00€.
  • A Substituição de Eletrobombas de Circulação por Equipamentos de Elevada Eficiência Energética, que permitirão obter uma poupança anual de 90.822,49 Kwh. Esta redução de consumo corresponde a 33,02Ton por ano de Gases de Efeito de Estufa (GEE). Em termos monetários corresponde a uma poupança anual até 11.000,00€.

Este serviço estará, pois, encerrado, porque se está a trabalhar para melhorar o espaço e para cuidar do Ambiente.

Contacto para a Imprensa:
Gabinete de Informação e Relações Públicas
Município de Silves
Telefone: 282 440 800 | Ext: 1110
Fax: 282 440 851
cm-silves.pt

Leia Também:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor introduza o seu comentário
Por favor introduza o seu nome