Início Cultura Luís de Freitas Branco: violinista italiano lança álbum de homenagem ao compositor...

Luís de Freitas Branco: violinista italiano lança álbum de homenagem ao compositor português

Alessio Bidoli, um dos violinistas mais reconhecidos em Itália, lança um álbum exclusivo de composições: “Freitas Branco - Complete Violin Sonatas and Piano Trio”. Trabalho conta ainda com o violoncelista francês Alain Meunier e o pianista italiano Bruno Canino.

Trabalho de homenagem a Luís de Freitas Branco é composto por quatro temas

O violinista italiano Alessio Bidoli, reconhecido como solista nos principais palcos italianos, e como interprete de gravações para as editoras Sony Classical e Decca Universal, dedica o seu novo álbum inteiramente às composições do português Luís de Freitas Branco. “Freitas Branco – Complete Violin Sonatas and Piano Trio” foi lançado pela Sony Classical e está disponível para venda online, assim como em todas as plataformas de streaming.

O último projeto de Alessio Bidoli aconteceu por acaso. Depois de gravar a música de câmara de Nino Rota, em 2020, procurava por algo surpreendente que pudesse apresentar ao público italiano e deparou-se com sinfonias de um compositor português que desconhecia por completo: Luís de Freitas Branco.

De seguida, encontrou as partituras para música de câmara que o compositor criou para violino, duas sonatas, e um trio. “Freitas Branco – Complete Violin Sonatas and Piano Trio” é composto por quatro temas: “Trio for Violin, Cello and Piano (1908)”; “Violin Sonata No. 1 (1908)”; “Prélude, for Violin and Piano (1910)”; e “Violin Sonata No. 2 (1928)”.

Os três primeiros temas remetem para as composições ambiciosas do início de carreira do compositor português, como “Violin Sonata No. 1 (1908)”, que compôs com apenas 17 anos, quando estudava com Désiré Pâque, compositor belga radicado em Lisboa.

Partituras de Luís de Freitas Branco revelam o seu amor pela cor instrumental tingida de uma natureza tímida e introspetiva

Segundo o musicólogo italiano Franco Pulcini: “As partituras de câmara de Luís de Freitas Branco revelam o seu amor pela cor instrumental tingida de uma natureza tímida e introspetiva, a placidez de um carácter lunar e distante que provavelmente espelhava a localização isolada da sua maravilhosa pátria – Portugal –, um pequeno e orgulhoso país localizado pela imensidão sem fim do Oceano Atlântico, aberto ao mundo e aos vastos espaços do espírito”.

O autor do álbum “Freitas Branco – Complete Violin Sonatas and Piano Trio” é Alessio Bidoli, violinista nascido em Milão, 1986, de uma família construtora de violinos na Lombardia – o seu próprio violino foi construído pelo avô.

Alessio Bidoli começou a estudar violino aos sete anos, formou-se no Conservatório Giuseppe Verdi, em Milão; no Conservatório de Lausanne; Universidade Mozarteum, em Salzburg; Accademia Chigiana, em Siena; e na Imola International Academy. Hoje é um dos principais solistas de violino de palcos italianos, professor no Conservatório de Bari, e intérprete de nove álbuns de música clássica editados para editoras como a Sony Classical e Decca Universal.

LEIA TAMBÉM: Lowkey: um programa para fazer uma música com um clique

Ao lado de Alessio Bidoli está o violoncelista francês Alain Meunier e o pianista italiano Bruno Canino. Alain Meunier nasceu em Paris, em 1942, é formado no Conservatório de Paris, e foi professor na Accademia Chigiana durante 33 anos. É reconhecido pela sua interpretação das suites de Bach, editadas pela Harmonic Records. Bruno Canino nasceu em Nápoles, em 1935, estudou piano no Conservatório Giuseppe Verdi, em Milão, e foi professor no mesmo conservatório durante 24 anos, assim como membro de orquestras relevantes como a Berliner Philharmoniker e a New York Philharmonic Orchestra. Hoje é professor na Scuola di Musica, em Fiesole.

Gabinete de Imprensa:

Luis Freitas Branco

CorpCom

M: +351 914886676

luis.branco@corpcom.pt

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor introduza o seu comentário
Por favor introduza o seu nome

Exit mobile version