O impacto do Coronavírus continua a fazer-se sentir e era inevitável ver os casinos portugueses encerrados. A principais casas de jogo já anunciaram a medida e a suspensão de todas as actividades durará pelo menos até ao dia 27 de Março. A medida entrou em vigor na passada sexta-feira, dia 13, e a decisão partiu dos órgãos empresariais dos grupos Solverde e Estoril-Sol, que são os dois maiores exploradores de casinos em Portugal. Juntos, os dois grupos são responsáveis por 8 casinos portugueses.

O pedido para activar o encerramento imediato de todas as instalações foi feito junto do Governo e visa assegurar os interesses de saúde pública. A suspensão de actividade nos principais casinos portugueses surge no seguimento de uma onda de encerramentos, cancelamentos, e suspensões que têm vindo a prejudicar imenso o sector turístico do Norte e Sul do país.

Os casinos que estarão encerrados até ao final do mês são os Casinos de Espinho, Vilamoura, Chaves, Monte Gordo e Portimão (Grupo Solverde) e os Casinos de Lisboa, Póvoa de Varzim e Estoril (Grupo Estoril-Sol). Junto da comunicação social, o Grupo Solverde confirmou que a suspensão teria a duração mínima de 14 dias, mas o Grupo Estoril-Sol não revelou até quando estaria activo o seu plano de encerramento. Num press release oficial, a Estoril-Sol anunciou que “tem como objectivo primordial assegurar o bem-estar e a saúde dos seus visitantes e dos seus funcionários“.

Casinos portugueses encerrados, já depois do cancelamento de todos os seus espetáculos

Antes da confirmação do encerramento dos principais estabelecimentos de jogo portugueses, vários dos espectáculos de música e teatro que estavam agendados para decorrer nesses mesmos casinos já tinham sido cancelados. O Coronavirus tem abalado imenso a comunidade de artistas portugueses, e em particular aqueles que dependem de concertos e espectáculos ao vivo para sobreviver.
No seguimento deste flagelo, a GDA – Gestão dos Direitos dos Artistas já anunciou que fez chegar junto do Governo uma medida para que os artistas sejam incluídos nos planos económicos de apoio ao Coronavirus anunciados pelo Estado. Ainda assim, estes pacotes de apoio poderão não ser suficientes para garantir a sobrevivência de vários artistas. Através do site da SIC Notícias é possível encontrar uma lista completa dos concertos e espectáculos já cancelados/adiados até ao final de Junho em Portugal.

Para além dos programadores dos casinos portugueses, também os organizadores e produtores de festivais têm sofrido imenso com o Coronavirus. Alguns festivais, como o Festival de Animação Monstra ou o Tremor (Açores) não vão ter edição em 2020, sendo que outros, como o Revenge of the ’90s (Faro) foram adiados para o segundo semestre do ano.

Salas de jogos e de bingo ainda estão abertas

Se por um lado os principais casinos do país já anunciaram a suspensão de todas as actividades, por outro lado ainda existem muitas pequenas salas de jogo e de bingo que se encontram em operação. O alerta foi dado pela Federação dos Sindicatos de Agricultura, Alimentação, Bebidas, Hotelaria e Turismo de Portugal (FESAHT), que apelou para o encerramento deste estabelecimentos. Ainda que atraiam menos jogadores do que os grandes casinos, estes pequenos estabelecimentos podem contar com dezenas ou até mesmo centenas de clientes todos os dias, sendo que a maior parte não está preparado para respeitar as normas de saneamento e distanciamento aplicadas aos cafés, bares e restaurantes. Além disso, a FESAHT alerta para as deploráveis condições de higiene que se encontram em alguns destes pequenos estabelecimentos. De acordo com a organização sindical, estes estabelecimentos são altamente propensos à propagação de doenças como o Coronavírus.

Sem salas de jogo, onde jogar?

Com os principais casinos portugueses encerrados, os portugueses que sejam apaixonados pelo jogo terão que suspender a sua actividade ou então procurar jogar num casino online. Em Portugal, existem mais de 10 casinos online licenciados pelo Estado que podem ser acedidos por todos os jogadores com mais de 18 anos. Alguns, como acontece neste casino Portugal, oferecem bónus de entrada e de primeiro depósito que podem ajudar a convencer os jogadores mais tradicionais a juntarem-se ao novo mundo dos jogos de sorte e azar online.

Para além das óbvias vantagens de jogar remotamente nos tempos de crise que hoje se vivem, os casinos online oferecem melhores condições de acesso, uma maior disponibilidade, maior versatilidade na escolha dos jogos e apostas e prémios superiores. Além disso, permitem o contacto com uma grande comunidade de jogadores, o que é perfeito para todos aqueles que procurem tentar a sua sorte em jogos como o poker.

Em Portugal, a tendência para jogar online tem vindo a aumentar a cada ano, mas ainda existem muitos jogadores que procuram exclusivamente os casinos territoriais. As populares aplicações de casino e poker online são normalmente utilizadas por jogadores mais jovens, com a grande maioria na casa dos 25-33 anos. Se este é o seu caso e conhece um jogador mais velho que gosta de passar pelo salão de jogos ou pela casa de bingo todos os dias, introduzi-lo ao mundo dos casinos online pode ser uma boa – e atempada – ideia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor introduza o seu comentário
Por favor introduza o seu nome